PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE - Porto - Cidade - Porto - Instituto CRIAP - I32145

Cursos e Mestrados
Portugal Portugal
1 Pós-graduação Serviço Social Porto - Cidade
Procurar
Home>Pós-graduação>Serviço Social>Porto - Cidade>PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE - Porto - Cidade - Porto
PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE
Centro: Instituto CRIAP
Método: Presencial
Links Patrocinados
Loading...

Solicite informação sem compromisso
Instituto CRIAP

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE - Porto - Cidade - Porto

Nome
Apelido
E-mail
Telefone
Distrito
País
Movil
Comentários / Perguntas
* Campos obrigatórios

  Desejo receber gratuitamente informação no meu email ou telefone.

Em breve um responsável de Instituto CRIAP, entrará em contacto contigo para mais informações.
Seleccionar esta opção significa que aceita as regras de uso de Educaedu Business S.L. e da nossa privacidade de dados
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Congresso Medicina Legal e Psicologia Forense
I Congresso Internacional Crime, Justiça e Sociedade.
Conferencia no PROFILING GEOGRÁFICO
Imagens da Instituto CRIAP:
Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade Foto
Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade Foto
AnteriorAnterior
PróximaPróxima
Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade Foto
Foto Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade
Instituto CRIAP Porto Foto
Foto Instituto CRIAP Porto
Centro Instituto CRIAP Porto Foto
Compartilhar esta página sobre Pós-graduação de Serviço Social:
PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE - Porto - Cidade - Porto Comentários sobre PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA SAÚDE - Porto - Cidade - Porto
Objectivos:
OBJETIVOS GERAIS

Conhecer a organização do Sistema Nacional de Saúde e as orientações atuais, nacionais e internacionais no âmbito da saúde;

Conhecer e analisar algumas das abordagens teóricas relevantes em saúde e desenvolver competências essenciais à intervenção no domínio da saúde.



OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Interpretar e discutir as abordagens teóricas e políticas que sustentam o Serviço Social na Saúde;

Adquirir conhecimentos para desenvolver projetos sociais – Diagnóstico, Planificação, Implementação e Avaliação;

Apreender conhecimentos de relação interpessoal, interdisciplinaridade em contextos de saúde;

Conhecer as ferramentas de intervenção aplicadas no serviço social na saúde;

Utilizar estratégias de intervenção do Serviço Social nos cuidados de saúde primários, saúde mental, hospitalar, cuidados continuados, materno-infantil e juvenil, comportamentos aditivos, cuidados psicogeriátricos.
Dirigido a:
A Pós-Graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde destina-se a estudantes e profissionais na área do Serviço Social, bem como a estudantes das Ciências Sociais e Humanas.
Conteúdo:

  • A Saúde e a Doença nas Ciências Sociais. Sistemas, Estratégias, e Orientações atuais, Nacionais e Internacionais no âmbito da Saúde

    • Introdução ao campo da saúde: conceitos, atores, sistemas de cuidados plurais e políticas.
    • A saúde e doença enquanto construções sociais - das estruturas aos sujeitos.
    • As políticas de saúde - concepções, organização, profissionais e instituições.
    • Sistemas de cuidados plurais - entre o estado, a comunidade e o mercado.

  • Psicopatologia

    • Contextualização e várias abordagens;
    • Diagnóstico e tratamento/acompanhamento;
    • DSM 4/ DSM 5;
    • CID (Classificação Internacional da Doença);
    • Casos Clínicos:
    - Contextualização com o serviço social; 

  • Politicas Sociais e Intervenção social: contributos da Análise para o Agir Profissional

    • Análise do sentido da emergência e desenvolvimento da política social e das políticas sociais.
    • Do campo das definições e das correntes de pensamento para análise da /para as políticas sociais.
    • As políticas sociais como políticas públicas e como projetos de mudança social.
    • Politicas sociais interrogar os seus objetivos, finalidades e dinâmicas de planeamento.
    • Indagações de análise e intercessão com o campo do agir profissional.

  • Políticas sectoriais na Saúde – marcos relevantes das tendências atuais nos diferentes contextos e sua relação com os modelos de intervenção

    • O Serviço Social no contexto das Politicas "sectoriais" no campo da saúde.
    • Compreensão dos dispositivos de intervenção na Saúde.
    • A inocuidade no campo da saúde, e a sua relação com a inserção dos profissionais e a sua ação política.
    • Análise das implicações para as profissões sociais, reformulação do seu mandato institucional.
    • Reconfiguração das lógicas de ação na relação com os cidadãos no campo da saúde.

  • Planeamento e Elaboração de Projetos Sociais – Diagnóstico, Planificação, Implementação e Avaliação

    • Planeamento dos projetos.
    • Elaboração diagnóstica e identificação dos problemas sociais.
    • Definição dos objetivos e metas investigativas escolha das metodologias e métodos, enquadramento teórico e problematização, análise das conceptualizações, implementação e avaliação dos projetos sociais.

  • Competências de Comunicação e Relacionamento Interpessoal

    • A importância da comunicação na interação social e na saúde.
    • Diferentes estilos de comunicação Interpessoal.
    • A importância do pensar e das emoções como modeladores dos nossos comportamentos e atitudes.
    • A importância do comportamento não-verbal na comunicação.
    • Competências comunicacionais na gestão dos conflitos.
    • Aquisição de competências de assertividade.

  • Interdisciplinaridade e Trabalho em Equipa em Contextos de Saúde

    • Conceito de equipa. Benefícios do trabalho e equipa.
    • Estádios de desenvolvimento de uma equipa.
    • Aspetos estruturais e processuais na criação de uma equipa.
    • Condução e liderança de equipas.
    • Porque falham as equipas?
    • Barreiras internas e externas no trabalho de equipa.
    • Para uma equipa de sucesso: fatores facilitadores de crescimento.
    • Uma experiência interdisciplinar em Equipas de Saúde Mental.

  • Suporte Social e Intervenção com Redes e Famílias

    • Os Instrumentos de diagnóstico e planificação da intervenção social.
    • Os Conceitos de rede social.
    • A família como sistema. Os Cuidados Formais e Informais.

  • Serviço Social, Ética Direitos Sociais e Humanos

    • A relação entre Serviço Social, ética, direitos sociais e humanos.
    • A emergência de novos problemas sociais e a consolidação de velhos problemas sociais num contexto de retração das políticas sociais.
    • A prática dos profissionais de Serviço Social na relação de mediação/pressão dos destinatários das políticas sociais e dos interesses das instituições enquadradoras.
    • Reflexão sobre as questões profissionais que se colocam no exercício da prática dos assistentes sociais na garantia da ética profissional, e dos direitos sociais e humanos.

  • Intervenção comunitária, mediação e articulação institucional

    • Conceitos e Princípios da intervenção comunitária.
    • Identidade comunitária e intervenção como forma de promoção da cidadania participativa.
    • Políticas de ação social e intervenção comunitária.
    • A articulação institucional e a mediação como forma de promoção da comunidade.
    • Papel da comunidade e dos profissionais sociais nos planos de intervenção e mudança social.

  • Grupos de Suporte e Grupos de Ajuda Mútua

    • Abordagem teórica, cultural, histórica, e social dos Grupos de Ajuda Mútua, e dos Grupos de Suporte em Portugal e no Mundo.
    • Como criar e implementar Grupos de Ajuda Mútua para cuidadores. Como identificar necessidades? Como criar e operacionalizar a sua concretização? Que desafios? Como ultrapassar possíveis barreiras?
    • Ensaiar temáticas e experiências de acordo com as realidades profissionais e preocupações dos alunos, para a criação e implementação de Grupos de Ajuda Mútua. Criação e simulação de um grupo ajuda mútua, potencializando a vivência concreta e positiva nos alunos.

  • Criação e Implementação de Respostas Sociais

    • Abordagem da rede de cuidados formais – desafios na implementação das respostas dadas as novas necessidades sociais.
    • Gestão e qualificação de equipamentos sociais, enquadramento legislativo - constrangimentos e potencialidades, etapas e processos de licenciamento e implementação, avaliação da qualidade e impacto social no sentido da melhoria da prestação de cuidados.

  • Intervenção do Serviço Social nos Cuidados de Saúde Primários

    • Conhecimento do enquadramento e da organização do Serviço Social nos CSP; identificação da missão, dos objetivos, das atribuições, da participação na equipa de saúde - potencialidades e constrangimentos.
    • Identificação das áreas prioritárias de intervenção; reconhecimento do trabalho do Serviço Social em rede na comunidade.

  • Gestão da Qualidade na Saúde

    • Pretende-se clarificar e sistematizar os conceitos fundamentais associados à gestão da qualidade; identificar metodologias de gestão da qualidade em serviços de saúde; compreender os mecanismos de avaliação e monitorização do desempenho no âmbito da melhoria contínua da qualidade; e entender o papel estratégico da qualidade em saúde.

  • Projetos Sociais – Orientação e Supervisão

    • Acompanhamento/Orientação e Supervisão dos Projetos Sociais em contexto de sala de aula ou/e individual.

  • Intervenção do Serviço Social na Saúde Mental

    • Abordagem das Bases históricas de Saúde Mental em Portugal.
    • A Lei de Saúde Mental e o Internamento compulsivo.
    • Mecanismos legais de suprimento da incapacidade.
    • O Plano Nacional de Saúde Mental e o Sistema de Saúde Mental.
    • Objetivos e competências do Serviço Social na Saúde Mental.
    • A qualidade e instrumentos de avaliação para o Serviço Social na Saúde Mental.

  • Intervenção Social em Contexto Hospitalar

    • O Hospital no Sistema Nacional de Saúde.
    • Participação do Serviço Social na Equipa de Saúde (Dimensão Social da Saude/Doença).
    • A Investigação Social em Contexto Hospitalar.

  • Intervenção do Serviço Social nos Cuidados Continuados

    • Contextualização da RNCCI enquanto medida de política social.
    • A emergência de novos problemas sociais, num contexto societário em que o envelhecimento e/ou dependência assume elevada predominância.
    • Reflexão sobre as práticas dos profissionais de Serviço Social na área da RNCCI.
    • Enquadramento normativo e legislativo da Rede Nacional dos Cuidados Continuados, estruturas, objetivos, funcionamento e competências, circuitos e procedimentos intra e inter estruturas.
    • Princípios éticos e finalidades na intervenção do trabalho do Assistente Social na RNCCI.
    • Modalidades e estratégias de intervenção.
    • O trabalho multidisciplinar e a articulação interinstitucional.

  • Intervenção do Serviço Social em Contexto de intervenção Materno-infantil e Juvenil

    • O Serviço Social na área da Saúde da Mulher e da Criança; implicações no desenvolvimento social; medidas de política social, categorias de vulnerabilidade social.

  • Intervenção Social nos Comportamentos Aditivos

    • Contextualização dos comportamentos aditivos no século XXI
    • Dimensão social das "velhas" e "novas tendências de consumo de substâncias
    • A questão das adições comportamentais
    • A construção do fenómeno da Exclusão Social
    • O conceito de Reinserção Social
    • As especificidades da Reinserção Social nos indivíduos com Comportamentos Aditivos e Dependências (CAD)
    • O Modelo de Intervenção na Reinserção (MIR)
    • O princípio da Gestão de Caso
    • A Mediação Social

  • Intervenção do Serviço Social no âmbito dos Cuidados Psicogeriátricos

    • Abordagem das politicas sociais para as pessoas mais velhas e/ou dependentes.
    • Abordagem das redes de suporte formais e informais.
    • O papel do Serviço social numa equipa multidisciplinar de cuidados psicogeriátricos.
    • A avaliação e intervenção do Serviço Social e contributos na garantia da melhoria das condições assistenciais às pessoas mais velhas.
    • Reconhecimento do carácter específico das suas necessidades, e a promoção da prestação de cuidados diferenciados e especializados, intra e extra hospitalares.
    • Importância do envolvimento do serviço social, e da articulação com a rede de cuidados de saúde e sociais para a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais velhas, e cuidadores.

  • Apresentação dos projetos, supervisão e discussão de casos práticos

    • Apresentação, discussão e supervisão dos projetos sociais. 
    • Contextualização, avaliação e operacionalização dos projetos nos diferentes contextos profissionais dos alunos, ou a contextos simulados relevantes para a aprendizagem profissional.

Outro curso relacionado com Pós-graduação de Serviço Social: