Home > Centros em Portugal > Centros em Braga > Centros em Braga-Braga > ESAS - Escola Secundária de Alberto Sampaio

Informação

Porque entendemos a escola como um espaço privilegiado de formação e educação, um espaço propício e potenciador das “performances” necessárias e imprescindíveis à formação sólida e harmoniosa dos nossos jovens, pensamos estar, através dos diversos projectos, a contribuir, de um modo significativo, não só para “aumentar os níveis de EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO da nossa população portuguesa”, como responder aos objectivos contemplados nas Linhas orientadoras para o ajustamento curricular, quando explicita:

“Compete à escola tomar a iniciativa e desenvolver projectos [...] apostando numa imagem de exigência e de qualidade, para o que se torna indispensável o trabalho cooperativo e interdisciplinar dos próprios professores.”

“Deverá ainda a escola reforçar o seu papel na orientação vocacional dos jovens, facilitando, nomeadamente, a sua aproximação ao mundo do trabalho.”

Foi neste âmbito que o desenvolvimento de diversos projectos e o desencadear de algumas iniciativas, há mais de uma década nesta Escola, impulsionou o emergir de uma necessidade cada vez mais premente de se institucionalizar uma Equipa de Projectos. Pretendeu-se que esta Equipa reflectisse a vontade expressa da Comunidade Educativa da ESAS, e se tornasse capaz de conceber e implementar projectos, de modo a corresponder aos objectivos explícitos no seu Projecto Educativo e contribuir para a dinamizar a Escola.

A Equipa de Projectos surge, assim, como a consequência lógica de uma dinâmica que há muito se vinha acentuando e que, no seu início, embora se limitasse à “carolice” de dois ou três docentes, converteu-se na força anímica de várias iniciativas, culminando, na década de oitenta, com dois projectos bem significativos: um no âmbito do Programa Nónio – séc. XXI, e um outro, inserido na Medida 9 do PRODEP, que visava a informatização dos serviços da ESAS.

O primeiro foi concluído com grande êxito, não só na concepção de materiais pedagógicos, mas também na formação proporcionada à comunidade educativa, no âmbito das TIC, bem como no inúmero equipamento informático adquirido no âmbito do mesmo projecto; o segundo encontra-se ainda em execução e, esperamos, que no presente ano, dê mostras da validade do seu funcionamento.

A existência desta Equipa tem sido apontada como boa prática a seguir, não só por parte de instituições hierárquicas superiores, como de outras escolas que têm manifestado interesse no seu “modus operandi”.

Mestrado e Cursos do Centro

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |   X