Home > Pós-graduação > Psicologia - Aplicada > Lisboa - Cidade > Pós - graduação em Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância - Lisboa - Cidade - Lisboa

Pós - graduação em Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância

Solicite informação sem compromisso ISPA - Instituto Universitário Ciências Psicológicas Sociais e da Vida

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Pós - graduação em Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância - Presencial - Lisboa - Cidade - Lisboa

  • Conteúdo
    Pós-Graduação em Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância


    Apresentação do Curso

    A criação de uma Pós-Graduação em Educação Especial - Intervenção Precoce na Infância (IPI) pretende contribuir para a formação de educadores de infância, Psicólogos, Terapeutas e outros profissionais envolvidos em Projectos de Intervenção Precoce, para o trabalho no âmbito da IPI e vem colmatar uma lacuna importante na formação especializada dos educadores que são colocados nas equipas dos agrupamentos de referência para a IPI, criados ao abrigo do Dec-Lei 3/2008.

    O currículo proposto assenta na articulação de conhecimentos teóricos em áreas consideradas cruciais para o domínio científico da IPI e na partilha de experiências quer dos profissionais de diferentes serviços/equipas, quer dos próprios formandos, de forma a permitir o desenvolvimento de competências que favoreçam um atendimento de qualidade às crianças entre os 0 e os 6 anos e as respectivas famílias, em acordo com as recomendações internacionais e com o Decreto-Lei 281/2009 de 6 de Outubro.


    Duração, Estrutura do Curso e Nível de Qualificação Conferido

    A pós-graduação decorrerá durante um ano lectivo (32 semanas de aulas), com 8 horas de aulas/semana em horário pós-laboral (18h30/22h30), totalizando 320 horas, sendo 256 presenciais e 64 para Orientação tutorial/Trabalho de campo/Preparação de projectos. Número total de ECTS: 60 ECTS.

    Na organização curricular foram respeitadas todas as exigências previstas no Dec-Lei 95/97, de 23 de Abril, que regulamenta a formação especializada de docentes. Assim, e de acordo com o referido decreto, todos os educadores profissionalizados e com mais de 5 anos de trabalho obterão um diploma que lhes confere a especialização em Intervenção Precoce na Infância, criada em Junho de 2008 por deliberação da Secção de Formação Especializada sobre a acreditação de cursos na Área da Educação Especial.

    O Conselho Científico de Formação de Professores acreditou a pós-graduação em Intervenção Precoce na Infância (IPI), como formação especializada (CCPFC/CFE-2280/10), conferindo 10 créditos para efeitos de progressão na carreira docente dos educadores de infância.


    Objectivos do Curso

    A criação de uma Pós-Graduação em Intervenção Precoce na Infância tem como objectivo principal proporcionar uma oferta formativa de nível pós-graduado que permita aos formandos o aprofundamento de conhecimentos relacionados com:

        Os principais modelos teóricos subjacentes à Intervenção centrada na família, reconhecendo a necessidade de, com as famílias, estabelecer relações positivas e conducentes a uma participação efectiva na vida da comunidade em que estão inseridas;
        A identificação dos diferentes factores de risco e características específicas do desenvolvimento e aprendizagem nos vários tipos de deficiência;
        Os processos de ensino/aprendizagem no desenvolvimento típico e sua especificidade em crianças em risco ou com incapacidade;
        A avaliação da funcionalidade e participação das crianças, tendo em conta as suas características pessoais, familiares e de contexto educativo e social e determinação de critérios de elegibilidade para a IPI;
        A dinâmica e funcionamento interdisciplinar das equipas e sua articulação com os demais recursos, desenvolvendo atitudes e comportamentos favoráveis ao processo de colaboração, à coordenação de serviços e de sensibilização da comunidade, com vista à inclusão social das crianças com necessidades especiais e suas famílias;
        A legislação nacional e orientações internacionais/práticas recomendadas em IPI e diferentes formas de implementação de serviços de qualidade;
        O desenvolvimento de projectos de avaliação e o contributo da avaliação de programas na promoção da qualidade dos serviços.

Outro curso relacionado com Psicologia - Aplicada

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |