Home > Mestrado > Telecomunicações > Lisboa - Cidade > Mestrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações (MEET) - Lisboa - Cidade - Lisboa

Mestrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações (MEET)

Solicite informação sem compromisso ISEL - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Mestrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações (MEET) - Presencial - Lisboa - Cidade - Lisboa

  • Objectivos
    O ensino das Ciências e das Tecnologias assume actualmente novos desafios visando aumentar a produtividade, a competitividade, a criatividade e o empreendedorismo em todas as áreas económicas. O novo modelo de formação superior de recursos humanos resultante do processo de Bolonha direcciona o ensino para uma especialização num perfil profissional que traga mais valias para as diversas áreas económicas. Esta forma de ensino tem sido desde sempre defendida e praticada pelo ISEL sendo que o ensino e as pedagogias praticadas colhem influências da ligação à indústria e da interacção com a comunidade através do envolvimento dos docentes em actividades de pós-graduação dos recursos das empresas e em projectos realizados em colaboração com empresas e outras entidades, públicas e privadas. O ciclo de estudos conducente ao grau de mestre em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações emerge, assim, naturalmente, da adopção do novo modelo de formação tendo como principal objectivo o ensino aprofundado de um perfil profissional reconhecido pelo mercado empregador resultando na formação de recursos humanos altamente qualificados nas áreas de electrónica, de telecomunicações e de computadores capazes de responder a desafios complexos de engenharia e de reengenharia. Trata-se de uma experiência continuada de relacionamento produtivo, acompanhada da transferência de tecnologia, da investigação, da formação e da consultadoria, designadamente nas áreas de telecomunicações fixas e móveis, de redes de computadores, de electrónica para telecomunicações e sistemas computacionais, de micro/optoelectrónica, de sistemas embebidos e sistemas computacionais dedicados, de sistemas electrónicos integrados e de controlo e robótica.
  • Dirigido a
    Saídas Profissionais Ao concluir o Mestrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações, o aluno dispõe de um leque alargado de saídas profissionais de acordo com a especialização seguida. Na especialização em electrónica, o aluno poderá desempenhar funções de: Projectista de sistemas – projecto, fabrico, desenvolvimento e teste de equipamentos e de sistemas electrónicos digitais e analógicos com aplicação em ambientes industriais, particulares e comerciais recorrendo a produtos e a tecnologias avançadas já existentes no mercado e a módulos concebidos especificamente para serem integrados nos sistemas alvo. De entre os diversos tipos de sistemas destacam-se: Bens e equipamentos de consumo; Sistemas embebidos e de sistemas computacionais dedicados; Sistemas de monitorização e controlo de edifícios inteligentes; Sistemas de automação e integração de ambientes industriais; Sistemas de produção integrada por computador e com robots; Programador de equipamentos e sistemas electrónicos – escolha, instalação, programação e manutenção de equipamentos electrónicos com ou sem integração em outros sistemas; Consultadoria de reengenharia – reestruturar os sistemas electrónicos de modo a dar resposta às novas necessidades de funcionalidade e desempenho, à optimização da fiabilidade e à manutenção das soluções; Engenheiro de integração de sistemas – interagir com profissionais de áreas distintas com vista à produção de um sistema industrial com requisitos tecnológicos variados; Investigador – fazer investigação fundamental e/ou aplicada na área da engenharia electrónica, quer em ambiente industrial, quer em Institutos ou Universidades; Enriquecer a capacidade do aluno para se adaptar continuamente às mudanças do estado da arte na electrónica, nas telecomunicações e nos computadores; Na especialização em telecomunicações, o aluno poderá desempenhar funções de: Programador de Sistemas de Comunicação – desenvolver sistemas, aplicações e serviços software de comunicações para equipamentos de redes fixas e móveis; Projectista de Redes de Comunicação – projectar e implementar soluções de redes de comunicação fixas ou móveis para interligação de utilizadores e servidores; Gestor de redes – gerir a infra-estrutura de comunicação garantindo a manutenção, fiabilidade e segurança dos serviços que dela dependem; Consultor de infra-estruturas de rede – realizar trabalhos de engenharia e de reengenharia da infra-estrutura de comunicação. Em processos de reengenharia, o trabalho realizado identifica os pontos fracos da rede já em funcionamento, propõe soluções e acompanha e gere o processo de reestruturação da rede de acordo com a nova solução; Consultor de pré-venda de redes de comunicação – elaborar soluções técnicas de acordo com os requisitos dos clientes; Comercial na área de redes de comunicação – acompanha o mercado das novas tecnologias de redes, propõe novos produtos e serviços a serem considerados em soluções de redes de comunicação; Investigador – fazer investigação fundamental e/ou aplicada na área da engenharia de telecomunicações, quer em ambiente industrial, quer em Institutos ou Universidades;
  • Titulação
    Mestrado em Engenharia de Electrónica e Telecomunicações (MEET)
  • Conteúdo
    Objectivos e Áreas Temáticas

    A formação conferida visa o exercício da actividade profissional de Engenharia Electrónica e Telecomunicações, de acordo com os critérios estabelecidos pelas associações profissionais da classe, assegurando aos estudantes a aprendizagem de uma especialização. O ciclo de estudos conducente ao grau de mestre em Engenharia da Electrónica e Telecomunicações tem como objectivos de formação:
    • Conferir uma compreensão aprofundada dos conceitos principais da electrónica, das telecomunicações e dos computadores, incluindo uma forte componente aplicacional através de trabalho de laboratório e prático continuamente apoiados;
    • Enriquecer a capacidade do aluno para se adaptar continuamente às mudanças do estado da arte na electrónica, nas telecomunicações e nos computadores;
    • Desenvolver competências de trabalho crítico e independente;
    • Conferir uma formação sólida em matemática contínua e em estatística, indispensável para aplicações em ciência, em engenharia e em gestão;
    • Proporcionar uma larga experiência nos aspectos profissionais da electrónica, das telecomunicações e dos computadores, enquanto disciplinas de engenharia;
    • Ser capaz de estabelecer uma apreciação crítica das tecnologias actuais e emergentes no contexto industrial e comercial;
    • Desenvolver competências de aprendizagem autónoma e de inovação que permitam assegurar os diversos papéis de engenharia que venham a ser solicitados pelo mercado de trabalho;
    • Desenvolver competências para lidar com sistemas complexos recorrendo aos meios tecnológicos actuais;
    • Desenvolver competências de análise, de síntese e de projecto de sistemas que englobem conceitos actuais de electrónica, de telecomunicações e de computadores;
    • Conferir conhecimentos numa área específica juntamente com conhecimentos complementares nas outras áreas de modo a ser capaz de projectar e desenvolver sistemas complexos que abarcam conceitos nas áreas da electrónica, das telecomunicações e dos computadores;
    • Garantir um nível de conhecimentos suficiente a quem pretende ingressar num Programa de Doutoramento;

Outro curso relacionado com Telecomunicações

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |