Home > Pós-graduação > Ciências Médicas > Paredes > Pós-Graduação em Médico-Cirúrgica - 1ª Edição (Lisboa) - Paredes - Porto

Pós-Graduação em Médico-Cirúrgica - 1ª Edição (Lisboa)

Solicite informação sem compromisso CESPU, Formação S.A.

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Pós-Graduação em Médico-Cirúrgica - 1ª Edição (Lisboa) - Presencial - Paredes - Porto

  • Objectivos
    A Pós-Graduação em Médico-Cirúrgica tem como objectivos:
    •Capacitar, aperfeiçoar, qualificar os profissionais de saúde para a sistematização assistência ao doente cirúrgico, ortopédico e gastrenterológico em Unidades de Internamento ou em Ambulatório, desenvolvendo ainda actividades de supervisão e pesquisa nas áreas;
    •Actualizar conhecimentos teóricos e práticos que fundamentem as práticas clínicas em situações cirúrgicas, ortopédicas e gastrenterológicas;
    •Desenvolver capacidade de análise crítica reflexiva de comunicação de resultados;
  • Estágios
    O curso desenvolve-se em aulas teórico-práticas, sendo proporcionado aos formandos uma dinâmica de pesquisa com trabalhos de grupo, aulas práticas e Workshops.
  • Dirigido a
    Licenciados em Medicina, Enfermagem e outros Profissionais de Saúde com grau académico de licenciado.
  • Titulação
    O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária. Aprovação em todos os módulos, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual ou superior a 50%.
  • Conteúdo

    PÓS – GRADUAÇÃO EM MÉDICO-CIRURGICA

     

    LISBOA

     

    INSTITUTO POLITÉCNICO DE SAÚDE DO NORTE-ESSVA

    Departamento de Enfermagem

     

    COMISSÃO CIENTIFICA

    PROF. DOUTOR A. ALMEIDA DIAS

    PROF.ª DOUTORA ISABEL ARAÚJO

    ENF. FILIPE FERNANDES

    DR. ANTÓNIO CURADO

    ENF.ª LUIZA PIRES

    DR. MIGUEL RODRIGUES

    ENF.ª PAULA SILVA

    ENF.ª TATIANA ALVES

     

    COORDENAÇÃO DO CURSO

    ENF.ª LUÍZA PIRES

    ENF.ª PAULA SILVA

     

    INTRODUÇÃO

    A Pós–Graduação em Médico-Cirúrgica vem responder a uma necessidade de especialização nestas áreas, possibilitando aos profissionais, o aperfeiçoamento técnico metodológico e científico. Os conhecimentos tratados neste curso são fundamentais para aqueles que pretendem desenvolver competências nas áreas, bem como para o desenvolvimento de pesquisa que venha a contribuir na construção do ser e fazer dentro destes contextos.

    Estas três áreas de actuação, estão presentes no sistema público e privado de saúde, sejam em Unidades de Internamento ou em Ambulatório; aperfeiçoar e desenvolver o seu conhecimento, representa uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional. Todos os módulos curriculares presentes nela contribuem para tal. Visa portanto assegurar a aquisição e/ou o desenvolvimento de competências cientificas, técnicas, humanas e culturais adequadas a uma melhor prestação de cuidados, potenciando o desenvolvimento de boas práticas em contexto de trabalho.

     

    OBJECTIVOS

    A Pós-Graduação em Médico-Cirúrgica tem como objectivos:

    ·          Capacitar, aperfeiçoar, qualificar os profissionais de saúde para a sistematização assistência ao doente cirúrgico, ortopédico e gastrenterológico em Unidades de Internamento ou em Ambulatório, desenvolvendo ainda actividades de supervisão e pesquisa nas áreas;

    ·          Actualizar conhecimentos teóricos e práticos que fundamentem as práticas clínicas em situações cirúrgicas, ortopédicas e gastrenterológicas;

    ·          Desenvolver capacidade de análise crítica reflexiva de comunicação de resultados;

    ·          Utilizar a evidência como base na tomada de decisões;

    ·          Assimilar conceitos e técnicas de gestão do risco em saúde.

     

    METODOLOGIA

    A Pós-Graduação está organizada em módulos, constituídos por unidades curriculares distintas, cada uma das quais com conteúdos programáticos específicos.

    O curso desenvolve-se em aulas teórico-práticas, sendo proporcionado aos formandos uma dinâmica de pesquisa com trabalhos de grupo, aulas práticas e Workshops.

     

    ESTRUTURA CURRICULAR

    MÓDULO I – CIRURGIA E ORTOPEDIA

    1-CIRURGIA

    ·          DOENTE CIRÚRGICO: definição e tipo cirurgia (urgência, urgência deferida ou programada)

    ·          TÉCNICAS INVASIVAS E NÃO INVASIVAS: definição e exemplificação

    ·          TÉCNICAS CIRÚRGICAS: pequenas, médias e grandes cirurgias:

    o    Excisões e drenagens de quistos, lipomas, abcessos, hematomas;

    o    Cirurgia da cabeça e pescoço;

    o    Cirurgia da mama: tipos de cirurgia, definição, indicações, complicações;

    o    Cirurgia gástrica: tipos de gastrectomias, definição, indicações, complicações e follow-up;

    o    Cirurgia do baço: definição, indicações; complicações;

    o    Cirurgia do fígado, pâncreas e vias biliares: indicações, técnicas, complicações;

    o    Cirurgia do intestino delgado e grosso e outras patologias: tipos de cirurgia, definição, tratamento médico, complicações e abordagem;

    ·          QUIMIO E RADIOTERAPIA: neo-adjuvante e adjuvante: indicações, timings. Controvérsias

    ·          CIRURGIA LAPAROSCÓPICA: definição, indicações e abordagem

    ·          OSTOMIAS: definição, indicações, cuidados posteriores

    ·          CUIDADOS PRÉ E PÓS OPERATÓRIOS

     

    2-ORTOPEDIA

    ·          DOENTE ORTOPÉDICO COM PATOLOGIA OSTEOARTICULAR

    ·          OMBRO DOLOROSO: diagnóstico e tratamento

    ·          ARTROPLASTIAS

    ·          PATOLOGIA DEGENERATIVA DO PÉ

    ·          CIRURGIA DA MÃO

    ·          TUMORES ÓSSEOS E DAS PARTES MOLES

    ·          CIRURGIA DA COLUNA

    ·          DOENTE ORTOPÉDICO COM PATOLOGIA TRAUMÁTICA.

    o    FRACTURAS: Ossos longos, Bacia, Extremidades (mão e pé);

    o    LESÕES DA COLUNA VERTEBRAL;

    ·          LOMBALGIAS

    ·          ENTESOPATIAS DOLOROSAS

    ·          CIRURGIA DO AMBULATÓRIO: evolução; tendências actuais

     

    ·          NUTRIÇÃO:

    o    Avaliação do estado nutricional do doente;

    o    Suporte nutricional no doente crítico;

    o    O doente mal nutrido;

    o    Nutrição parentérica e entérica no doente cirúrgico

     

    ·          DESAFIO MUNDIAL: Cirurgias seguras salvam vidas (Mesa multidisciplinar)

     

    ·          WORKSHOP: Técnicas de imobilização em Ortopedia e Traumatologia

     

     

    MÓDULO II – GASTRENTEROLOGIA

    ·          PATOLOGIAS EM GASTRENTEROLOGIA

    o    Patologia digestiva funcional: Dispepsia funcional e Síndrome de intestino irritável;

    o    Doença ulcerosa péptica;

    o    Hemorragia digestiva;

    o    Doença inflamatória intestinal (colite ulcerosa e Doença de Crohn);

    o    Colites infecciosas e não infecciosas (isquémicas, de origem medicamentosa e química, etc.);  

    o    Doença diverticular do cólon;

    o    Patologia oncológica do aparelho digestivo;

    o    Rastreio do cancro colo-rectal;

    o    Patologia proctológica;

    ·          DOENÇA HEPÁTICA CRÓNICA E HEPATITES VIRAIS                   

    ·          AS DIFERENTES TÉCNICAS EXECUTADA EM GASTRENTEROLOGIA:

    o    Diagnósticas;

    o    Terapêuticas;

    o    Preparação para os diferentes exames e conselhos posteriores;

    o    O impacto psicológico da realização de exames invasivos;

    ·          Demonstração prática de material endoscópico

    ·          WORKSHOP: TERAPÊUTICAS BIOLÓGICAS EM GASTRENTEROLOGIA

     

    MÓDULO III – PREVENÇÃO DA INFECÇÃO ASSOCIADA AOS CUIDADOS DE SAÚDE

    ·          ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIAS EM CONTROLO DE INFECÇÃO

    ·          HIGIENIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE E RESÍDUOS HOSPITALARES

    ·          ESTRATÉGIA NACIONAL PARA CONTROLO DAS IACS:

    o    Precauções Básicas e de Isolamento;

    o    Prevenção da Infecção Urinária em Doente Algaliado;

    o    Prevenção da Infecção Associada aos Dispositivos Intravasculares;

    o    Prevenção da Infecção Cirúrgica;

    o    Vigilância da ferida operatória – HELICS CIRURGIA;

    o    Política de Controlo do MRSA;

    o    Politica de utilização de antissépticos e desinfectantes;

    o    Politica de utilização racional de anti-microbianos e prevenção das resistências;

    o    Noções de vigilância epidemiológica e Controlo de surtos;

    ·          DESCARTÁVEIS VS REUTILIZÁVEIS (Discussão)

     

    MÓDULO IV – ASPECTOS ÉTICOS EM SAÚDE

    ·          CONSENTIMENTO INFORMADO

    o    Justificação do Consentimento Informado

    o    A Informação:

    -         Quando informar;

    -         Quanto informar; o caso dos riscos raros e graves;

    -         Quem deve informar; equipas e intervenção de serviços diversos;

    -         A quem Informar; o doente ou a família?;

    -         Prova da informação;

    -         O direito a não saber;

    -         O privilégio terapêutico;

    o    O Consentimento:

    -         Consentimento presumido;

    -         Consentimento expresso oral ou escrito? Os formulários;

    -         Consentimento do doente ou da família?;

    -         Dispensa do consentimento;

    -         Consentimento nos biobancos;

    o    Os casos especiais de:

    -         Declarações antecipadas de vontade - Requisitos e limites;

    -         Procurador de cuidados de saúde;

    -         Intervenções compulsivas;

    -         Responsabilidade médica por falta de consentimento Informado;

    -         Limites da obrigação de indemnizar – o direito civil e o direito penal;

    o    Dilemas e Questões Éticas nos cuidados:

    -         Doente crítico;

    -         Crianças.

    ·          DA FUTILIDADE TERAPÊUTICA AO CUIDAR EM FIM DE VIDA (Mesa multidisciplinar)

     

    MÓDULO V – INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE

    ·          METODOLOGIA DE INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE.

    o    Metodologia da Pesquisa;

    ·          BIOESTATÍSTICA.

     

    MÓDULO VI – GESTÃO E ECONOMIA NA SAÚDE

    ·          GESTÃO DA QUALIDADE EM UNIDADES DE SAÚDE

    o    Risco e Segurança do Doente;

    o    Erros em Cuidados de Saúde;

    o    Desenvolvimento de Competências.

Outro curso relacionado com Ciências Médicas

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |