Home>Pós-graduação>Ciências Médicas>Paredes>Pós-Graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde - 1ª Edição - Paredes - Porto
 

Pós-Graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde - 1ª Edição

Método: Presencial
Lugar:
Loading...

Solicite informação sem compromisso
CESPU, Formação S.A.

Pós-Graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde - 1ª Edição - Paredes - Porto

Nome
Apelido
E-mail
Telefone
Teléfono Fixo ou Celular [Prefijo+ nº]
 
 
 
 
Distrito
Concelho
País
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável de CESPU, Formação S.A., entrará em contacto contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Imagens - CESPU, Formação S.A.:
Foto CESPU, Formação S.A. Centro
Foto CESPU, Formação S.A. Centro
AnteriorAnterior
PróximaPróxima
CESPU, Formação S.A. Centro
Foto CESPU, Formação S.A. Centro
Pós-Graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde - 1ª Edição - Paredes - Porto Comentários sobre Pós-Graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde - 1ª Edição - Paredes - Porto
Objectivos:
É objectivo da Pós-graduação em Tecnologias e Sistemas de Informação para a Saúde dotar os profissionais da área com conhecimentos por forma a suportarem e optimizarem as suas situações de trabalho e de contribuírem para o melhoramento do funcionamento das organizações aproveitando as potencialidades das tecnologias da informação.

No final da formação, o aluno será capaz de:

- Conhecer e representar os processos e o funcionamento das organizações da área da saúde;

- Compreender e representar os sistemas de informação de organizações da área da saúde;

- Compreender e acompanhar os processos de mudança inerentes à adopção das tecnologias da informação;

- Descrever os requisitos das aplicações informáticas adequadas;

- Auxiliar na selecção, de entre a oferta de aplicações informáticas existente no mercado, as aplicações que constituam uma boa solução;

- Acompanhar o processo de instalação e configuração dessas aplicações;

- Compreender como as várias aplicações informáticas podem interoperar e tirar o maior partido dessa integração;

- Compreender e utilizar informação de gestão para apoio à decisão nos seus processos de trabalho assim como para a gestão do seu desempenho;

- Compreender as noções de segurança inerentes aos sistemas de informação e actuar em conformidade;

- Compreender e aplicar modelos de gestão da qualidade;

- Utilizar ferramentas de produtividade pessoal.
Practicas:
O plano pedagógico desenvolve-se em aulas teóricas, teórico-práticas e seminários.
Dirigido a:
Licenciados nas áreas das Ciências da Saúde e outros Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos na área dos Sistemas de Informação.
Diploma:
O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária. Aprovação nos dois testes escritos ao longo do Curso, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual ou superior a 50%.
Conteúdo:

Coordenação científica

  • PROF. DOUTOR A. ALMEIDA-DIAS
  • PROF. DOUTOR MANUEL FILIPE SANTOS
  • DR. JOÃO MIRANDA
  • ENG. GABRIEL PONTES

Coordenação pedagógica

  • DR. JOÃO MIRANDA

 

Introdução

As novas tecnologias na saúde e as crescentes exigências e expectativas dos cidadãos têm determinado, nos últimos anos, o aumento da procura dos serviços de saúde. Por seu lado, para fazer face a alterações sócio económicas, a oferta, quer em termos de serviços de saúde públicos quer privados, tem vindo a ajustar-se no sentido de proporcionar aos cidadãos a melhoria das acessibilidades, a integração dos serviços de prestação de cuidados, a melhoria da qualidade do serviço e o acesso a programas de auto cuidados, que incluam mais informação e formação sobre aspectos de saúde.
A Especialização em Sistemas de Informação para a Saúde visa a formação pós-graduada em temas que integram aspectos organizacionais, sociais e tecnológicos relacionados com a gestão, o desenvolvimento e a utilização de Tecnologias da Informação e Comunicação nas organizações de saúde.
Destina-se aos profissionais de saúde que possuam uma licenciatura e pretendam complementar ou reciclar os seus conhecimentos.

 

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1 – GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE
1- Caracterização das organizações de Saúde

  • Modelos e formas de gestão
    • OBJECTIVOS: Debater as particularidades de um sistema de saúde. Comparar diferentes sistemas de saúde. Conhecer diferentes sistemas de saúde implementados em outros países. Novas formas de gestão: parcerias público privadas. Análise crítica das diferentes formas de gestão.
  • O Sistema Nacional de Saúde
    • OBJECTIVOS: Perceber como está estruturado o SNS, a sua importância para o funcionamento do sistema de saúde na sua globalidade. Evolução do SNS desde a sua constituição; seus principais paradigmas e desafios. A utilização dos Sistemas de Informação pelo SNS – seu enquadramento na política estratégica.
  • O Hospital como referência central do SNS
    • OBJECTIVOS: Compreender a importância dos hospitais para o funcionamento do sistema. Modo de articulação dos hospitais com as restantes unidades de saúde. Estrutura e organização de um Hospital. A importância dos Sistemas de Informação num Hospital.

2- Fundamentos da Gestão e Desempenho Organizacional

  • Modelos de gestão
    • OBJECTIVOS: Diferentes modelos de gestão organizacional aplicáveis às unidades de saúde. Gestão interna vs gestão direccionada para o utente. Troca de experiências entre os participantes sobre a realidade de diferentes instituições. Caso específico dos Centros de Responsabilidade Integrados.
  • O Financiamento da Saúde
    • OBJECTIVOS: Enquadramento teórico sobre diferentes formas de financiamento da saúde. Debater a problemática da escassez de recursos financeiros e do crescimento progressivo dos custos com a saúde. A situação portuguesa.
  • Gestão de RH nos serviços de saúde
    • OBJECTIVOS: Identificar as diferentes categorias profissionais integrantes do sistema de saúde. A aplicação do código de trabalho e a política de vínculos, vencimentos e carreiras. Debater temas como: as particularidades intrínsecas da gestão de recursos humanos na saúde ou o paradigma da aplicação de sistema de incentivos. Meios de envolvimento dos RH no desempenho da organização. A política de formação.
  • As Tecnologias de Informação e o Desempenho Organizacional
    • OBJECTIVOS: Perceber de que forma as tecnologias de informação inferem no desempenho organizacional. A política de comunicação nas organizações de saúde. Debater a importância dos sistemas de informação como complemento da prestação de cuidados.

UNIDADE CURRICULAR 2 – TECNOLOGIAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

  • A relação entre Sistema Organizacional e os sistemas de informação.
  • O papel das tecnologias da informação e das aplicações informáticas nas actividades que lidam com informação.
  • A segurança da informação:
  • Riscos e ameaças para a segurança da informação.
  • Medidas para proteger a informação:

UNIDADE CURRICULAR 3 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE

  • Percurso dos Sistemas de Informação na Saúde
  • Sistema de Informação para Apoio à Actividade Médica
  • Sistema de Informação para Apoio à Prática de Enfermagem

UNIDADE CURRICULAR 4 – INTEROPERABILIDADE/INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS

  • Interoperabilidade: arquitecturas, protocolos, codificação, normas e ontologias.
  • Metodologias de registo clínico.
  • Integração, Difusão e Arquivo da Informação Médica.
  • Interoperabilidade e apoio à decisão.
  • Metodologia Problem Oriented Medical Record (POMR) e SOAP.
  • Processo Clínico Electrónico (EMR vs EHR).
  • Inteligência na integração de Sistemas.

UNIDADE CURRICULAR 5 – SISTEMAS DE BUSINESS INTELLIGENCE

  • Tecnologias associadas aos Sistemas de Business Intelligence na perspectiva dos Sistemas de Informação para o suporte e optimização da Gestão e da Tomada de Decisão.
  • Conceitos associados aos sistemas de Business Intelligence com base em tecnologias de recolha e de armazenamento de informação como as Bases de Dados e Data Warehouses, Processamento Analítico e Data Mining.
  • Técnicas, modelos, metodologias, tecnologias e ferramentas de Data Mining e Descoberta de Conhecimento em Bases de Dados.
  • Descoberta de conhecimento atendendo a objectivos como a classificação, a segmentação, a análise de séries temporais e sequências de dados.
  • Conceitos sobre Tomada de Decisão, Suporte Computacional, Modelação e Análise e Sistemas de Apoio à Decisão.

UNIDADE CURRICULAR 6 – GESTÃO POR PROCESSOS

  • Entender as vantagens/benefícios de gerir uma organização por processos.
  • Requisitos para a gestão por processos.
  • Riscos na implementação da gestão por processos.
  • Conceitos de mapeamento e modelação de processos.
  • Ferramentas de análise dos processos do negócio.
  • Técnicas para Monitorização dos Processos, a metodologia PDCA.
  • Mapeamento e Modelação de Processos e o BPM (Business Process Management);
  • A utilização de ferramentas informáticas na Modelação e Mapeamento de Processos.

UNIDADE CURRICULAR 7 – GESTÃO DE PROJECTOS
Este módulo fornece uma visão geral da gestão de projectos e das áreas de conhecimento associadas ao ciclo de vida de um projecto, apresentando as técnicas e ferramentas para gerir projectos de qualquer natureza.

  • Conceitos de gestão de projectos.
  • Entender o contexto da gestão de projectos dentro das organizações.
  • Ciclo de vida do projecto.
  • Iniciação.
  • Planeamento.
  • Execução.
  • Ferramentas exploração e gestão de projectos.

UNIDADE CURRICULAR 8 – FERRAMENTAS DE PRODUTIVIDADE PESSOAL

  • Gestão do Tempo
    • OBJECTIVOS: Compreender a relação que o tempo e a sua gestão têm com o nosso desempenho. Aprender a identificar as actividades com que ocupamos o nosso tempo, implementar ferramentas que nos permitem registar, monitorizar e analisar aquilo que fazemos, para saber onde estamos a utilizar o nosso valioso tempo.
  • Folha de cálculo
    • OBJECTIVOS: Seleccionar a informação pertinente para a criação de indicadores, gráficos, tabelas dinâmicas ou simplesmente listas, para avaliar ou analisar actividades, sectores, eventos ou pessoas é um dos pontos que não pode ser descorado, pois o que não é avaliado não pode melhorar.
  • Processador de texto
    • OBJECTIVOS: Criar documentos estruturados de fácil utilização e manutenção, transformá-los em modelos que podem ser reutilizados, para assim poupar tempo em futuras actividades.
  • Modelação gráfica
    • OBJECTIVOS: Criar panfletos, trípticos ou apresentações para serem utilizados no departamento ou nas mais diversas actividades.

UNIDADE CURRICULAR 9 - PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO DAS TÉCNOLOGIAS E DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A ÁREA DA SAÚDE E ÁREAS EMERGENTES

  • Sistemas de Informação na Saúde numa perspectiva nacional.
  • Tecnologias, SI e áreas emergentes.

UNIDADE CURRICULAR 10 – SISTEMAS DE QUALIDADE NA SÁUDE

  • Conceitos e dimensões da Qualidade em Saúde.
  • Abordagem aos Sistemas de Gestão da Qualidade (JCI, HQS, ISO e EFQM) utilizados no sector saúde.
  • Indicadores da Qualidade. Importância das ferramentas de Business Inteligence.
  • O papel das ferramentas informáticas no desenvolvimento da qualidade organizacional.
  • Perspectivas da gestão do risco em saúde.

SEMINÁRIO 1

  • Apresentação e exploração das principais aplicações informáticas existentes no mercado para a área da saúde.

SEMINÁRIO 2

  • Apresentação e exploração de Ferramentas de apoio à Decisão.

 

Candidatura e selecção

Inscrição/candidatura até 25-02-2011
Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

 

Número de vagas

30
 

Carga horária

224 Horas
 

Duração e regime

O curso decorrerá de Março de 2011 a Fevereiro de 2012. As aulas decorrerão às sextas, das 18h00 às 22h00 e aos sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (Quinzenalmente).

 

Documentação de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass ;
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura ;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, cartão de contribuinte;
2 Fotos tipo passe devidamente identificadas (não são aceites fotografias digitalizadas);
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

 

Local(is) de realização

  • Escola Superior de Saúde do Vale do Ave (ESSVA)
Outro curso relacionado com Pós-graduação de Ciências Médicas: