Home > Centros em Portugal > ISEC - Instituto Superior de Engenharia de Coimbra

Informação

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), unidade orgânica de ensino do Instituto Politécnico de Coimbra, resultou da conversão do antigo Instituto Industrial e Comercial de Coimbra, determinada pelo Decreto-Lei nº 830/74, de 31 de Dezembro.

Pelo decreto de criação “os institutos superiores de engenharia são escolas de nível universitário”, neles se conferindo os graus os graus de bacharelato, licenciatura e doutoramento”.

Desde logo o ISEC começou por formar bacharéis em engenharia civil, engenharia electrotécnica, engenharia mecânica e engenharia química, ministrando cursos com planos de estudo de oito semestres (4 anos).

Mais tarde, em 1988, o ISEC foi integrado no Ensino Superior Politécnico através do Decreto-Lei nº389/88, de 25 de Outubro, tendo os planos curriculares dos bacharelatos sido reestruturados e reduzidos para seis semestres (3 anos).

Nesta segunda fase de existência, além dos cursos referidos anteriormente, foram criados em 1989 o curso de bacharelato em Engenharia Informática e de Sistemas e, em 1991, o curso de bacharelato em Engenharia Electromecânica.

Para além dos seis cursos de bacharelato referidos, funcionaram também os Cursos de Estudos Superiores Especializados (CESE) em Engenharia Civil Municipal, desde o ano lectivo de 1991/92 até ao ano lectivo de 1994/1995, e o CESE em Sistemas de Energia Eléctrica (SEE), do ano lectivo 1997/98 até 1998/99.

Com a alteração da Lei de Bases do Sistema Educativo, Lei n.º 115/97, de 19 de Setembro, foram criadas, no ano lectivo de 1998/99, seis licenciaturas bietápicas, constituídas por um 1º ciclo, com a duração de três anos, que confere o grau de bacharel, e um 2º ciclo, com duração de dois anos, que confere o grau de licenciatura. O 1º ciclo entrou em funcionamento no ano lectivo de 1998/99 e o 2º ciclo no ano lectivo de 1999/2000.

Decorrente da aprovação da Lei da Autonomia do Ensino Superior Politécnico (Lei n.º 54/90, de 5 de Setembro) e dos Estatutos do Instituto Politécnico de Coimbra (1995), os Estatutos do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra foram publicados em 1997.

Considerando que a formação de base (1º ciclo) se destina prioritariamente a jovens que provenham directamente do ensino secundário, os cursos de bacharelato são ministrados em regime diurno. Além disso, funciona uma turma num horário mais tardio (fim da tarde/noite), de forma a possibilitar o acesso a outros públicos. O segundo ciclo correspondente à licenciatura, destina-se àqueles que já entraram ou estão aptos a entrar no mercado de trabalho. Funciona em regime misto (fim da tarde e noite), de modo a poder ser frequentado por um maior universo de alunos, permitindo também rentabilizar melhor os recursos disponíveis.

No ano lectivo de 2003/2004 começou a funcionar o Curso Europeu de Informática, e em 2004/2005 o Curso Europeu de Engenharia Eléctrica e Electrónica. Estes cursos superiores são transnacionais, de âmbito europeu, organizados por instituições de ensino superior europeias. Pensados e concebidos em conformidade com as mais recentes directrizes europeias, designadamente no que respeita à Declaração de Bolonha, estes cursos visam formar técnicos capazes de construir e desenvolver uma sólida carreira no espaço europeu.

 

 

Cursos da instituição

Página 1 de 2

Página 1 de 2

Veja cursos históricos
Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |   X