Home > Centros em Portugal > Universidade Nova de Lisboa - FCT - Faculdade de Ciências e Tecnologia

Informação

A Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), uma das nove unidades orgânicas da Universidade Nova de Lisboa, situa-se no Monte de Caparica, num campus universitário com uma área de 30 ha, com capacidade de expansão associada a outras actividades da Universidade até 60 ha.

Criada em 1977, a FCT é hoje uma das escolas portuguesas mais prestigiadas no ensino de engenharia e de ciências, sendo frequentada por cerca de 6000 alunos de Licenciatura, 220 de Mestrado e 320 de Doutoramento.

Para poder privilegiar um ensino de cariz claramente universitário, opção fundamental que adoptou desde a sua criação, a FCT procurou consolidar uma ampla actividade de investigação, centrada nas suas áreas de ensino, a qual actualmente se consubstancia em 18 centros de investigação reconhecidos pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (10 classificados com “excelente”/”muito bom” e 8 como “bom”).

A qualidade do ensino ministrado na FCT tem-lhe proporcionado uma crescente afirmação junto das entidades empregadoras, o que se vem traduzindo pela plena inserção no mercado de trabalho dos seus licenciados e pós-graduados, circunstância que decorre também da acreditação dos seus cursos de engenharia pela Ordem dos Engenheiros.

Com uma acentuada cultura de relacionamento com o exterior, a FCT mantém ligações estreitas com diversas universidades portuguesas e estrangeiras, quer relativas ao intercâmbio de docentes e estudantes, quer no âmbito de inúmeros projectos de investigação, nacionais e europeus.

A sua produção científica, materializada pela publicação de um elevado número de artigos em revistas internacionais de grande exigência de qualidade, conferem-lhe amplo reconhecimento no actual contexto universitário nacional e internacional.

Adicionalmente, através dos seus sectores departamentais, a FCT presta serviços a entidades do Estado, autarquias e empresas, no âmbito de protocolos de colaboração para o desenvolvimento de estudos em áreas do conhecimento nas quais dispõe de competências específicas.

A FCT, dispondo de 500 docentes e investigadores (320 doutorados) e  220 funcionários não docentes, estrutura-se em 14 sectores departamentais (um dependente da Reitoria) e 14 serviços de apoio, a seguir indicados:
Sectores Departamentais

    * Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente (DCEA)
    * Departamento de Ciência dos Materiais (DCM)
    * Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial (DEMI)
    * Departamento de Física (DF)
    * Departamento de Informática (DI)
    * Departamento de Matemática (DM)
    * Departamento de Química (DQ)
    * Departamento de Ciências da Terra (DCT)
    * Departamento de Ciências da Vida (DCV)
    * Departamento de Engenharia Electrotécnica (DEE)
    * Departamento de Engenharia Civil (DEC)
    * Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCSA)
    * Departamento de Conservação e Restauro (DCR) (Dependente da Reitoria)
    * Grupo de Disciplinas de Ecologia da Hidrosfera (GDEH)

Serviços

    * Assessoria Jurídica
    * Assessoria de Planeamento
    * Divisão de Recursos Financeiros
    * Divisão de Recursos Humanos
    * Divisão Académica
    * Divisão de Logística e Conservação
    * Centro de Informática
    * Centro de Apoio ao Aluno
    * Gabinete dos Antigos Alunos
    * Centro de Imagem Imprensa e Difusão da Informação
    * Centro de Documentação e Biblioteca
    * Centro de Formação
    * Gabinete de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho
    * Gabinete das Actividades Culturais e Desportivas
    * Gabinete de Relações Internacionais

A gestão da FCT é assegurada pelos órgãos previstos nos seus Estatutos, nomeadamente: Assembleia de Representantes, Director, Conselho Directivo, Conselho Científico, Conselho Pedagógico, Conselho Administrativo e Conselho Consultivo.

O campus universitário em que a FCT se insere (campus de Caparica) dispõe de modernas infra-estruturas pedagógicas e de investigação, instaladas em vinte edifícios, sendo o mais recente o da nova Biblioteca Central, que se destaca pela sua qualidade arquitectónica e funcionalidade. Inclui ainda outras infra-estruturas, nomeadamente: residência de estudantes, campos desportivos, creche, posto de enfermagem, livraria, agência bancária, agência de viagens, loja de conveniência, cantina e diversos restaurantes e snack bars.

Os estudantes dispõem assim de todas as condições para uma aprendizagem eficaz, sendo notória uma cultura de cordialidade na relação docente-aluno, em total oposição à impessoalidade que se verifica noutras grandes escolas.

O acesso ao campus é servido por uma rede de transportes variada, que inclui serviços combinados de autocarro, comboio, barco e pelo metro de superfície, cuja estação terminal (“Universidade”) se situa junto a uma das entradas da FCT e do Parque P7.

Criada em 1979, a Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT) é a estrutura que representa e defende os interesses dos estudantes, tendo como principais objectivos a promoção da melhoria de condições para o estudo e a valorização cívica dos seus membros.  A Associação organiza anualmente diversas actividades, das quais se destacam a Semana de Recepção ao Caloiro, o Fórum Pedagógico e o Fórum dos Núcleos, para além de outras pontuais de carácter cultural, recreativo ou desportivo.

A AEFCT enquadra vários núcleos, nomeadamente: Fotografia, Teatro, Cinema, Rádio, Aventura, Actividades Sub-Aquáticas, AnTUNiA (tuna masculina), Tuna Maria (tuna feminina), bem como núcleos pedagógicos, dirigidos especificamente aos estudantes de algumas licenciaturas. Por outro lado, os estudantes são convidados a integrar equipas desportivas, entre outras, nas modalidades de Rugby (campeões universitários nos últimos dois anos), Taekwondo, Futebol, Basquetebol, Volei, Andebol, Hóquei em Patins e Atletismo. 

Cursos da instituição

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |