Home > Mestrado > Inovação tecnológica > Lisboa - Cidade > Mestrado em Engenharia Biotecnológica (2.º Ciclo) - Lisboa - Cidade - Lisboa

Mestrado em Engenharia Biotecnológica (2.º Ciclo)

Solicite informação sem compromisso Universidade Lusófona

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Mestrado em Engenharia Biotecnológica (2.º Ciclo) - Presencial - Lisboa - Cidade - Lisboa

  • Objectivos
    O Mestrado em Engenharia Biotecnológica tem os seguintes objectivos:

    1.Desenvolvimento do grau de conhecimento e da capacidade de compreensão a um nível que: Sustentando-se nos conhecimentos de nível de Primeiro Ciclo, os amplie e aprofunde; Constitua a base de desenvolvimentos e aplicações originais, nomeadamente em contexto de investigação, com viabilidade para transposição para uma escala produtiva, apostando no estabelecimento de cooperação com a indústria. 2.Desenvolvimento da capacidade de aplicação de conhecimentos, compreensão e resolução de problemas em situações novas e não familiares, incluindo ainda a capacidade de integrar a vertente biotecnológica em contextos alargados e multidisciplinares, aproveitando o reconhecido potencial desta área de conhecimento para assegurar a implementação de processos de elevada eficiência. 3.Desenvolvimento da capacidade de avaliação de situações e de decisão, que permitam integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situações de informação limitada ou incompleta, incluindo reflexões sobre as implicações e responsabilidades éticas e sociais que condicionem essas soluções.
  • Conteúdo
    Mestrado em Engenharia Biotecnológica (2.º Ciclo)

    Duração / Grau ou Diploma conferido / ECTS

    2 Anos (4 Semestre) / Mestre / 120 ECTS

    Direcção do Curso
    Professora Doutora Maria Alexandra Fernandes

    Secretariado
    Eng.ª Susana Morgado

     
    Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

    O Diploma de 2º Ciclo em Engenharia e Ciências Naturais - Mestrado em Engenharia Biotecnológica visa fornecer as seguintes competências:

    Capacidade de concepção, desenvolvimento, implementação, análise e gestão de projectos envolvendo matrizes biológicas ou optimização de processos já existentes.
    Concepção e desenvolvimento de modelos matemáticos para simulação de processos físico-químicos e biológicos.
    Diagnosticar e intervir em sistemas organizacionais e sociais, utilizando e valorizando as oportunidades tecnológicas da sua especialidade. Resolver problemas de forma estruturada e rigorosa.
    Capacidade de aumentar ou reduzir a escala de processos de produção, a partir de dados experimentais, utilizando a modelação adequada.
    Abordar de forma interdisciplinar problemas de engenharia biológica, enquadrando-os nos respectivos contextos técnico-científico, económico, social e ambiental.

    Estudos Futuros

    A realização de uma dissertação com uma forte componente laboratorial numa área da Biotecnologia permite aos alunos familiarizarem-se com o laboratório podendo ser um ponto de partida para futuros estudos de 3º Ciclo.


    Saídas Profissionais

    Os Engenheiros Biotecnológicos podem optar por diferentes tipos de actividades profissionais, incluindo a área de Engenharia de Projecto e Análise, a área da Investigação e Desenvolvimento e a área Comercial e a área de consultadoria. Estas actividades poderão ser desenvolvidas nos sectores biotecnológicos, químico, farmacêutico, alimentar e do ambiente.

    Seguem-se alguns exemplos de saídas profissionais:

    Indústria farmacêutica (antibióticos, esteróides,...)
    Indústrias alimentares com processos fermentativos (cerveja, vinho, lacticínios,...).
    Indústrias alimentares com processos essencialmente físicos ou físico-químicos (bolachas, massas, sumos, óleos alimentares,...)
    Indústrias da celulose, dos curtumes, da cortiça, da madeira.
    Indústrias químicas, em geral (orgânicas e inorgânicas).
    Indústrias de água, estações de tratamento de água (ETA's) e estações de tratamento de águas residuais (ETAR's).
    Empresas de tratamento de resíduos sólidos.
    Empresas de consultadoria. Empresas de comercialização de material científico e tecnológico, Investigação científica.

     


Outro curso relacionado com Inovação tecnológica

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |