Home > Pós-graduação > Direito Vários > Porto - Cidade > Pós-graduação em Balística Forense - Porto - Cidade - Porto

Pós-graduação em Balística Forense

Solicite informação sem compromisso Instituto CRIAP

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Pós-graduação em Balística Forense - Presencial - Porto - Cidade - Porto

  • Objectivos
    OBJETIVOS GERAIS



    Introdução aos fundamentos da balística forense;



    Distinção e classificação das armas de acordo com as suas diversas especificidades;



    Classificação dos vestígios químicos resultantes dos disparos;



    Introdução de conceitos básicos da física;



    Introdução aos aspetos cirúrgicos e médico-legais dos ferimentos por projéteis de armas de fogo;



    Transmitir os fundamentos teóricos, científicos e empíricos da balística forense.





    OBJETIVOS ESPECÍFICOS



    Distinguir os diversos sistemas de disparo, de funcionamento e seus mecanismos;



    Distinguir e enumerar os distintos componentes que tipificam as munições para armas de fogo, distinguir os tipos de balas mais comuns e reconhecer os efeitos associados a estas, ao nível da balística terminal;



    Dar a conhecer a forma correta de denominar os calibres e forma de os identificar recorrendo a bases de dados, internacionalmente reconhecidas como referenciais;



    Classificar as armas de acordo com o seu tamanho, sistema de ação do gatilho, sistema de repetição, tipo de cano e potencialidades balísticas, chegando assim à sua classificação e correta denominação técnica;



    Identificar e classificar os diversos tipos de armas e munições;



    Adquirir conhecimentos e conceitos relativos à balística de armas de fogo de cano liso e respetivas munições;



    Identificar os efeitos da dispersão, associados à penetração dos projeteis múltiplos;



    Elucidar sobre as potencialidades, características e métodos de análise dos resíduos de disparo (GSR);



    Identificar a complexidade das diversas marcas nos elementos municiais;



    Aplicar conceitos da Física no âmbito da balística forense associada ao disparo de armas de fogo ligeiras;



    Conhecer aspetos essenciais na perícia médico-legal, estimativa da distância do tiro, diferenças entre os orifícios de entrada e saída, trajetos entre outros aspetos da balística terminal.
  • Dirigido a
    A Pós-Graduação em Balística Forense destina-se a quem pretenda adquirir ou aumentar as suas competências na área Forense, finalistas de licenciatura e profissionais das áreas da Psicologia, Criminologia, das Ciências Forenses, Ciências da Saúde (Enfermagem, Medicina, Anatomia Patológica, etc.), Direito, Polícias, Militares, Profissionais da Carreira Judiciária, áreas afins e/ou equivalente legal, admitidos após processo de seleção.
  • Conteúdo
    • Armas de fogo ligeiras, munições e balística terminal

      • Fenómenos físicos e químicos caracterizadores do disparo;
      • Diferenças balísticas entre canos de alma lisa e canos de alma estriada;
      • Evolução histórica das armas;
      • Sistemas de repetição; Sistemas de carregamento e alimentação;
      • Ação do gatilho e distintos sistemas daí decorrentes; Implicações práticas de cada um sistema de gatilho;
      • Classificação das armas em função do tamanho, sistemas de repetição e interior dos canos;
      • Tipos de armas de fogo ligeiras individuais suas potencialidades balísticas, efeitos e uso típico;
      • Efeitos, ao nível da balística terminal, dos diversos tipos de armas;
      • Evolução histórica e técnica das munições;
      • Tipos de cargas propulsoras;
      • Componentes das munições modernas; tipos de balas e seus efeitos;
      • Conceitos de calibre nominal, calibre de cano, calibre de bala e calibre de projéctil;
      • Terminologias usadas na identificação de calibres e seus sinónimos;
      • Bases de dados internacionais e sua consulta com vista à identificação dos calibres nominais;

    • Física Aplicada

      • Conceitos de Física e sua aplicação no âmbito de:
      o Balística interna e de transição – fase propulsora
      o Balística externa – movimentos de um projétil;
      o Balística terminal – transferência de energia e de momento linear.
      • Aula prática de física e trajetória de projéteis;

    • Balística das armas de fogo de alma lisa e suas munições

      • Balística interna associada a armas de cano liso;
      o Processo de Deflagração
      o Curva de Pressão Interna
      o O Aumento da Pressão Interna Associado ao Aumento da Velocidade do Projétil
      o O Cano
      o O Chocke
      • Balística intermédia associada a armas de cano liso;
      o Expansão De Gases À Boca Do Cano E Os Seus Efeitos.
      o Vibrações Induzidas à arma
      o O Recuo
      • Balística externa associada a armas de cano liso;
      o Trajetória
      o Dispersão
      • Balística terminal associada a armas de cano liso;
      o Padrões de Dispersão
      o Penetração
      • Tipologias de armas de fogo de cano liso;
      o Tipologia de armas
      o Tipologia de fechos
      o Sistemas de repetição
      • Munições de armas de fogo de cano liso;
      o Topologias de munição
      o Componentes
      o Carga propulsora
      o Carga projétil
      • Efeitos

    • Explosivos

      • Conceito de explosivo e efeito de explosivos;
      o Tipos de explosivos;
      o Tipos de explosões;
      o Formas de iniciação;
      • Conceito de efeitos dos explosivos;
      o Engenhos explosivos improvisados;
      o Explosões por fugas de gás;

    • Balística identificativa: comparação e correlação de marcas em elementos municiais

      • Introdução/apresentação das potencialidades;
      • Considerações de segurança e instrumentação;
      • Fundamentos da comparação de marcas;
      • Formação das marcas;
      • Questões críticas a considerar;
      • Procedimento de comparação;
      • Análise e interpretação dos resultados;

    • Aula Prática no Laboratório Polícia Judiciária Militar e Museu Militar (Lisboa)

      Visita de estudo.

    • Vestígios químicos resultantes dos disparos

      • Introdução/apresentação da problemática;
      • Considerações de segurança (manuseamento de pólvoras GSR);
      • Fundamentos sobre a pólvora;
      • Resíduos de disparo (GSR);
      • Métodos analíticos;

    • Aspetos cirúrgicos e médico-legais

      • Abordagem pré hospitalar: A vítima politraumatizada no front. MEDEVAC e CASEVAC. Noções de medicina militar e conceitos de Triagem.
      • Abordagem Hospitalar da vítima baleada: Conceitos de Damage Control. Princípios cirúrgicos dos tecidos moles. Traumatismos Crânio Encefálicos. Lesões vasculares, nervosas e músculo esqueléticas. Fraturas dos membros, amputações e lesões vertebro-medulares. Reabilitação funcional das sequelas. O papel da fisioterapia no retorno às atividades profissionais. O Stress pós traumático.
      Ferimentos por armas de guerra: Lesões por explosões: BLAST INJURY. Biomecânica do Trauma.
      • Aspetos médico-legais e periciais da balística dos efeitos: Balística Terminal, diferenças entre projéteis de baixa energia e alta energia.
      • Ferimentos de entrada, de saída e reentrada. Lesões atípicas. Ferimentos por armas de caça. Determinação do trajeto do projétil. Estudo das cavidades temporárias e permanentes. Estimativa da distância do tiro. Sinais e epónimos em Medicina Legal. O papel do Legista no local de morte e na sala de autópsia. Perinecroscopia. Cronotanatognose: Estimativa da hora da morte. Discussão de casos forenses: Lições aprendidas. Verdades e Mitos sobre as lesões por armas de fogo.
      • A Realidade da Medicina Legal. Comparação entre Doutrinas Europeias e Latino-americanas. Aspetos policiais na investigação das mortes por arma de fogo. Causa Jurídica: Suicídio ou Homicídio?

    • Introdução ao Direito Administrativo e ao Direito Penal


    • Caracterização legal das armas e munições; condicionalismos legais impostos à investigação

      • Evolução histórica do regime jurídico aplicado às armas;
      • Conceitos de ‘Arma’;
      • Atual regime jurídico das armas e suas munições (RJAM);
      • Definições legais do RJAM e suas implicações práticas;
      • Classificação das armas de acordo com a lei vigente;
      • Classificações legais vs Classificações técnicas;
      • Uso de armas como instrumento de defesa;

    • Jornadas da Balística Forense

      • Debate e reflexão em torno de alguns paradigmas e desafios da realidade da balística forense no nosso país, contará com a presença de profissionais de mérito reconhecido;
      • Discussão científica e prática entre investigadores, profissionais e alunos para, em conjunto, construir-se e atualizar-se conhecimento.

Outro curso relacionado com Direito Vários

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |