Home>Pós-graduação>Serviço Social>Lisboa - Cidade>Pós-graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde - Lisboa - Cidade - Lisboa
 

Pós-graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde

Centro: Instituto CRIAP
Método: Presencial
Loading...

Solicite informação sem compromisso
Instituto CRIAP

Pós-graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde - Lisboa - Cidade - Lisboa

Nome
Apelido
E-mail
Telefone
Teléfono Fixo ou Celular [Prefijo+ nº]
 
 
 
 
Distrito
País
Movil
Comentários / Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável de Instituto CRIAP, entrará em contacto contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Congresso Medicina Legal e Psicologia Forense
I Congresso Internacional Crime, Justiça e Sociedade.
Conferencia no PROFILING GEOGRÁFICO
Imagens - Instituto CRIAP:
Foto Instituto CRIAP Porto
Foto Instituto CRIAP Porto
AnteriorAnterior
PróximaPróxima
Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade Foto
Foto Centro Instituto CRIAP Porto - Cidade
Instituto CRIAP Porto Foto
Foto Instituto CRIAP Porto
Centro Instituto CRIAP Porto Foto
Pós-graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde - Lisboa - Cidade - Lisboa Comentários sobre Pós-graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde - Lisboa - Cidade - Lisboa
Objectivos:
OBJETIVOS GERAIS





Conhecer a organização do Sistema Nacional de Saúde e as orientações atuais, nacionais e internacionais no âmbito da saúde;





Conhecer e analisar algumas das abordagens teóricas relevantes em saúde e desenvolver competências essenciais à intervenção no domínio da saúde.









OBJETIVOS ESPECÍFICOS





Interpretar e discutir as abordagens teóricas e políticas que sustentam o Serviço Social na Saúde;





Adquirir conhecimentos para desenvolver projetos sociais – Diagnóstico, Planificação, Implementação e Avaliação;





Apreender conhecimentos de relação interpessoal, interdisciplinaridade em contextos de saúde;





Conhecer as ferramentas de intervenção aplicadas no serviço social na saúde;





Utilizar estratégias de intervenção do Serviço Social nos cuidados de saúde primários, saúde mental, hospitalar, cuidados continuados, materno-infantil e juvenil, comportamentos aditivos, cuidados psicogeriátricos.
Dirigido a:
A Pós-Graduação em Intervenção do Serviço Social na Saúde destina-se a estudantes e profissionais na área do Serviço Social, bem como a estudantes das Ciências Sociais e Humanas.
Conteúdo:
A Saúde e a Doença nas Ciências Sociais. Sistemas, Estratégias, e Orientações atuais, Nacionais e Internacionais no âmbito da Saúde• Introdução ao campo da saúde: conceitos, atores, sistemas de cuidados plurais e políticas.• A saúde e doença enquanto construções sociais - das estruturas aos sujeitos.• As políticas de saúde - concepções, organização, profissionais e instituições.• Sistemas de cuidados plurais - entre o estado, a comunidade e o mercado.Psicopatologia• Contextualização e várias abordagens;• Diagnóstico e tratamento/acompanhamento;• DSM 4/ DSM 5;• CID (Classificação Internacional da Doença);• Casos Clínicos:- Contextualização com o serviço social; Politicas Sociais e Intervenção social: contributos da Análise para o Agir Profissional• Análise do sentido da emergência e desenvolvimento da política social e das políticas sociais.• Do campo das definições e das correntes de pensamento para análise da /para as políticas sociais.• As políticas sociais como políticas públicas e como projetos de mudança social.• Politicas sociais interrogar os seus objetivos, finalidades e dinâmicas de planeamento.• Indagações de análise e intercessão com o campo do agir profissional.Políticas sectoriais na Saúde – marcos relevantes das tendências atuais nos diferentes contextos e sua relação com os modelos de intervenção• O Serviço Social no contexto das Politicas "sectoriais" no campo da saúde.• Compreensão dos dispositivos de intervenção na Saúde.• A inocuidade no campo da saúde, e a sua relação com a inserção dos profissionais e a sua ação política.• Análise das implicações para as profissões sociais, reformulação do seu mandato institucional.• Reconfiguração das lógicas de ação na relação com os cidadãos no campo da saúde.Planeamento e Elaboração de Projetos Sociais – Diagnóstico, Planificação, Implementação e Avaliação• Planeamento dos projetos.• Elaboração diagnóstica e identificação dos problemas sociais.• Definição dos objetivos e metas investigativas escolha das metodologias e métodos, enquadramento teórico e problematização, análise das conceptualizações, implementação e avaliação dos projetos sociais.Competências de Comunicação e Relacionamento Interpessoal• A importância da comunicação na interação social e na saúde.• Diferentes estilos de comunicação Interpessoal.• A importância do pensar e das emoções como modeladores dos nossos comportamentos e atitudes.• A importância do comportamento não-verbal na comunicação.• Competências comunicacionais na gestão dos conflitos.• Aquisição de competências de assertividade.Interdisciplinaridade e Trabalho em Equipa em Contextos de Saúde• Conceito de equipa. Benefícios do trabalho e equipa.• Estádios de desenvolvimento de uma equipa.• Aspetos estruturais e processuais na criação de uma equipa.• Condução e liderança de equipas.• Porque falham as equipas?• Barreiras internas e externas no trabalho de equipa.• Para uma equipa de sucesso: fatores facilitadores de crescimento.• Uma experiência interdisciplinar em Equipas de Saúde Mental.Suporte Social e Intervenção com Redes e Famílias• Os Instrumentos de diagnóstico e planificação da intervenção social.• Os Conceitos de rede social.• A família como sistema. Os Cuidados Formais e Informais.Serviço Social, Ética Direitos Sociais e Humanos• A relação entre Serviço Social, ética, direitos sociais e humanos.• A emergência de novos problemas sociais e a consolidação de velhos problemas sociais num contexto de retração das políticas sociais.• A prática dos profissionais de Serviço Social na relação de mediação/pressão dos destinatários das políticas sociais e dos interesses das instituições enquadradoras.• Reflexão sobre as questões profissionais que se colocam no exercício da prática dos assistentes sociais na garantia da ética profissional, e dos direitos sociais e humanos.Intervenção comunitária, mediação e articulação institucional• Conceitos e Princípios da intervenção comunitária.• Identidade comunitária e intervenção como forma de promoção da cidadania participativa.• Políticas de ação social e intervenção comunitária.• A articulação institucional e a mediação como forma de promoção da comunidade.• Papel da comunidade e dos profissionais sociais nos planos de intervenção e mudança social.Grupos de Suporte e Grupos de Ajuda Mútua• Abordagem teórica, cultural, histórica, e social dos Grupos de Ajuda Mútua, e dos Grupos de Suporte em Portugal e no Mundo.• Como criar e implementar Grupos de Ajuda Mútua para cuidadores. Como identificar necessidades? Como criar e operacionalizar a sua concretização? Que desafios? Como ultrapassar possíveis barreiras?• Ensaiar temáticas e experiências de acordo com as realidades profissionais e preocupações dos alunos, para a criação e implementação de Grupos de Ajuda Mútua. Criação e simulação de um grupo ajuda mútua, potencializando a vivência concreta e positiva nos alunos.Criação e Implementação de Respostas Sociais• Abordagem da rede de cuidados formais – desafios na implementação das respostas dadas as novas necessidades sociais.• Gestão e qualificação de equipamentos sociais, enquadramento legislativo - constrangimentos e potencialidades, etapas e processos de licenciamento e implementação, avaliação da qualidade e impacto social no sentido da melhoria da prestação de cuidados.Intervenção do Serviço Social nos Cuidados de Saúde Primários• Conhecimento do enquadramento e da organização do Serviço Social nos CSP; identificação da missão, dos objetivos, das atribuições, da participação na equipa de saúde - potencialidades e constrangimentos.• Identificação das áreas prioritárias de intervenção; reconhecimento do trabalho do Serviço Social em rede na comunidade.Gestão da Qualidade na Saúde• Pretende-se clarificar e sistematizar os conceitos fundamentais associados à gestão da qualidade; identificar metodologias de gestão da qualidade em serviços de saúde; compreender os mecanismos de avaliação e monitorização do desempenho no âmbito da melhoria contínua da qualidade; e entender o papel estratégico da qualidade em saúde.Projetos Sociais – Orientação e Supervisão• Acompanhamento/Orientação e Supervisão dos Projetos Sociais em contexto de sala de aula ou/e individual.Intervenção do Serviço Social na Saúde Mental• Abordagem das Bases históricas de Saúde Mental em Portugal.• A Lei de Saúde Mental e o Internamento compulsivo.• Mecanismos legais de suprimento da incapacidade.• O Plano Nacional de Saúde Mental e o Sistema de Saúde Mental.• Objetivos e competências do Serviço Social na Saúde Mental.• A qualidade e instrumentos de avaliação para o Serviço Social na Saúde Mental.Intervenção Social em Contexto Hospitalar• O Hospital no Sistema Nacional de Saúde.• Participação do Serviço Social na Equipa de Saúde (Dimensão Social da Saude/Doença).• A Investigação Social em Contexto Hospitalar.Intervenção do Serviço Social nos Cuidados Continuados• Contextualização da RNCCI enquanto medida de política social.• A emergência de novos problemas sociais, num contexto societário em que o envelhecimento e/ou dependência assume elevada predominância.• Reflexão sobre as práticas dos profissionais de Serviço Social na área da RNCCI.• Enquadramento normativo e legislativo da Rede Nacional dos Cuidados Continuados, estruturas, objetivos, funcionamento e competências, circuitos e procedimentos intra e inter estruturas.• Princípios éticos e finalidades na intervenção do trabalho do Assistente Social na RNCCI.• Modalidades e estratégias de intervenção.• O trabalho multidisciplinar e a articulação interinstitucional.Intervenção do Serviço Social em Contexto de intervenção Materno-infantil e Juvenil• O Serviço Social na área da Saúde da Mulher e da Criança; implicações no desenvolvimento social; medidas de política social, categorias de vulnerabilidade social.Intervenção Social nos Comportamentos Aditivos• Contextualização dos comportamentos aditivos no século XXI• Dimensão social das "velhas" e "novas tendências de consumo de substâncias• A questão das adições comportamentais• A construção do fenómeno da Exclusão Social• O conceito de Reinserção Social• As especificidades da Reinserção Social nos indivíduos com Comportamentos Aditivos e Dependências (CAD)• O Modelo de Intervenção na Reinserção (MIR)• O princípio da Gestão de Caso• A Mediação SocialIntervenção do Serviço Social no âmbito dos Cuidados Psicogeriátricos• Abordagem das politicas sociais para as pessoas mais velhas e/ou dependentes.• Abordagem das redes de suporte formais e informais.• O papel do Serviço social numa equipa multidisciplinar de cuidados psicogeriátricos.• A avaliação e intervenção do Serviço Social e contributos na garantia da melhoria das condições assistenciais às pessoas mais velhas.• Reconhecimento do carácter específico das suas necessidades, e a promoção da prestação de cuidados diferenciados e especializados, intra e extra hospitalares.• Importância do envolvimento do serviço social, e da articulação com a rede de cuidados de saúde e sociais para a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais velhas, e cuidadores.Apresentação dos projetos, supervisão e discussão de casos práticos• Apresentação, discussão e supervisão dos projetos sociais. • Contextualização, avaliação e operacionalização dos projetos nos diferentes contextos profissionais dos alunos, ou a contextos simulados relevantes para a aprendizagem profissional.
Outro curso relacionado com Pós-graduação de Serviço Social: