Home > Pós-graduação > Veterinária > Lisboa - Cidade > Pós-Graduação em Medicina e Cirurgia de Animais Exóticos, Silvestres e de Zoo - Lisboa - Cidade - Lisboa

Pós-Graduação em Medicina e Cirurgia de Animais Exóticos, Silvestres e de Zoo

Solicite informação sem compromisso Universidade Lusófona

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Pós-Graduação em Medicina e Cirurgia de Animais Exóticos, Silvestres e de Zoo - Presencial - Lisboa - Cidade - Lisboa

  • Titulação
    PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA E CIRURGIA DE ANIMAIS EXÓTICOS, SILVESTRES E DE ZOO - 2ª Edição
  • Conteúdo

    Início: Setembro 2008
    28 Dias de formação - 8 Módulos -  196 horas

    Com formadores diplomados pelo Colégio da Especialidade


    FORMADORES:

    Sharon Redrobe DVM, Diplom. RCVS em Medicina de Espécies de Zoo
    Neil Forbes DVM, RCVS Specialist, Diplom. ECAMS
    Lorenzo Crosta DVM, PhD, Diplom. ECAMS
    Helga Gerlach DVM
    Jaume Fatjó Rios DVM, PhD, Diplom. ECVBM
    Marc Kramer DVM
    Marcellus Burkle DVM
    Vittorio Cappelo DVM
    Jesus Maria Fernandez Sánchez DVM
    Doutor Carlos Viegas DVM, PhD
    Luís Miguel Rosalino, PhD
    Luís Neves DVM
    Rui Bernardino DVM
    Filipe Martinho DVM
    Rui Patrício DVM
    Nuno Marques Pereira DVM
    Ana Salbany DVM
    Arlete Sogorb DVM
    Ricardo M. L. Brandão DVM
    Alexandre Azevedo DVM


    PROGRAMA:

    Módulo I: Introdução às Espécies Exóticas
                 
    DIA 1: Sábado, 27 de Setembro 2008
    Formador: Dr. Filipe Martinho

    Legislação. Características Anatómicas e Fisiológicas das Espécies Exóticas com relevância para a Clínica. Exame Físico e Contenção. Colheita de Amostras Biológicas.
    Legislação que controla a posse e tráfico de animais exóticos em Portugal e na União Europeia. Principais idiossincrasias anatomo-fisiológicas dos anfíbios, répteis, mamíferos exóticos mais comuns e aves exóticas com relevância para o exame clínico. Técnicas de contenção para os diversos grupos e colheita de sangue e outras amostras biológicas.
    Práticas : Técnicas de contenção e exame físico em animais vivos

    DIA 2: Domingo, 28 de Setembro 2008
    Formador: Dr. Luís Neves  e Dr. Alexandre Azevedo

    Nutrição e Alimentação de Espécies Exóticas. Patologias de Origem Nutricional. Discussão de Casos Clínicos
    Necessidades nutricionais dos diferentes grupos  anfíbios, répteis, mamíferos exóticos e aves; dietas em cativeiro. Alimento vivo.
    Principais patologias de origem nutricional: Hipovitaminose A, Hipervitaminose A, Complexo das Doenças Ósseas Metabólicas, Idiossincrasias do metabolismo Ca-P em Papagaios Cinzentos (Psittacus erithacus); Hipovitaminose B; Hipovitaminose C
    Discussão de casos clínicos.

    DIA 3: Sábado, 25 de Outubro 2008
    Formadora: Dr. Jaume Rios

    Etologia, Enriquecimento Ambiental e Patologia Comportamental em Espécies Exóticas
    Importância do enriquecimento ambiental em espécies exóticas. Exemplos estratégias de enriquecimento ambiental.
    Patologias comportamentais mais frequentes em espécies exóticas

    Formadora: Dra. Helga Gerlach

    Hematologia e Técnica de Necrópsia em Aves
    Práticas: Hematologia e relação medula  sangue periférico. Técnica de necrópsia e colheita de amostras para patologia.


    DIA 4: Doming, 26 de Outubro 2008
    Formadora: Dra. Helga Gerlach

    Infecciologia em Aves. Revisão dos principais agentes e avanços recentes
    Principais agentes virais, bacterianos e fúngicos com relevância na medicina aviar. Fisiopatologia, colheita de amostras e controlo.


    Módulo II: Animais de Zoo

    DIA 5: Sábado, 22 Novembro 2008
    Formador: Dr. Rui Bernardino

    Maneio Veterinário de uma Colecção Zoológica. Casos Clínicos
    Principais rotinas do Médico Veterinário de zoo
    Discussão de casos clínicos


    DIA 6: Domingo, 23 Novembro 2008
    Formadores:  Dr. Nuno Marques Pereira

    Imobilização e Exame Clínico. Protocolos de manipulação de espécies venenosas
    Protocolos para a manipulação de espécies venenosas, terrestres e aquáticas


    Módulo III: Medicina de Peixes e Invertebrados

    DIA 7: Sábado, 13 de Dezembro 2008
    Formador: Dr. Luís Neves

    Introdução  à Medicina de Invertebrados
    Principais espécies e seu maneio em cativeiro
    Nutrição
    Principais patologias dos invertebrados

    DIA 8: Domingo, 14 de Dezembro 2008
    Formador: Dr. Nuno Marques Pereira

    Introdução à Medicina de Peixes
    Fisiologia e Anatomia das principais classes de peixes
    Principais patologias, exame físico e protocolos terapêuticos

    Módulo IV: Medicina de Aves

    DIA 9: Sábado, 17 Janeiro 2009
    Formador: Dr. Marcellus Burkle

    Patologias não Infecciosas mais comuns em aves
    Abordagem semiótica pelos vários aparelhos, cobrindo as mais frequentes patologias de origem não-infecciosa das aves


    DIA 10: Domingo, 18 Janeiro 2009
    Formador: Dr. Marcellus Burkle

    Patologias infecciosas mais comuns em aves
    Principais doenças virais, bacterianas e parasitárias das aves exóticas e em cativeiro


    DIA 11: Sábado, 7 de Fevereiro 2009
    Formador: Dr. Neil Forbes

    Maneio Clínico da Aves
    Caminho a percorrer para chegar a um diagnóstico específico e sua importância
    Anestesia e analgesia em aves
    Cuidado do paciente crítico, incluindo terapêutica


    DIA 12: Domingo, 8 de Fevereiro 2009
    Formador: Dr  Neil Forbes

    Maneio Clínico das Aves II
    Abordagem à auto-mutilação em psitacídeos
    Cirurgia ortopédica
    Cirurgia de tecidos moles
    Práticas: Cirurgia Prática


    DIA 13: Sábado, 7 de Março 2009
    Formador: Dr Lorenzo Crosta

    Imagiologia em Aves (Inc. Endoscopia)
    Radiologia e endoscopia em aves
    Práticas de endoscopia


    DIA 14: Domingo, 8 de Março 2009
    Formador: Dr Lorenzo Crosta

    Neonatologia em Psitacídeos
    Principais considerações acerca dos neonatos de psitacídeos.
    Principais patologias


    Módulo V: Medicina de Mamíferos Exóticos

    DIA 15: Sábado, 28 de Março 2009
    Formador: Dr.Vittorio Capello

    Clínica de Mamíferos Exóticos
    Exame clínico e fisiologia dental.
    Utilidade da radiologia, endoscopia e TAC no diagnóstico de patologia oral.
    Patologia dentária e sua terapêutica.

    DIA 16: Domingo, 29 de Março 2009
    Formador: Dr. Vittorio Capello

    Cirurgia em Mamíferos Exóticos
    Anestesia, analgesia e monitorização
    Princípios básicos de cirurgia e comparação de diversas técnicas
    Urolitíase
    Ortopedia


    Módulo VI: Odontologia e Prostésica em Exóticos

    DIA 17: Sábado, 4 de Abril 2009
    Formadores: Dr. Jesus Sanchéz e Dr Carlos Viegas

    Odontologia e Prostésica em Exóticos
    Anatomia do bico e boca. Particularidades específicas
    Principais patologias do bico e dentes dos animais exóticos. Periodontologia
    Técnicas de extracção e protésica em espécies exóticas

    DIA 18: Domingo, 5 de Abril 2009
    Formadores: Dr. Jesus Sanchéz e Dr Carlos Viegas

    Práticas de Odontologia e Prostésica em Exóticos

    Módulo VII: Medicina da Conservação - Recuperação e Bem-Estar da Fauna Silvestre

    DIA 19: Sábado, 18 de Abril 2009
    Formadores: Dr. Miguel Rosalino e Dr. Ricardo Brandão

    Introdução à Medicina da Conservação. Fauna Autóctone Portuguesa. Centros de Recuperação em Portugal
    Visão global da fauna autóctone nacional e principais espécies alvo de protecção.
    Rede nacional de centros de recuperação em Portugal

    DIA 20: Domingo, 19 de Abril 2009
    Formadores: Dr. Nuno Marques Pereira

    Recuperação e Bem-Estar de Mamíferos Silvestres
    Principais espécies apresentadas. Principais patologias. Critérios de recuperação / libertação
    Práticas: Técnicas de Necrópsia

    DIA 21: Sábado, 9 de Maio 2009
    Formadores: Dr. Ricardo Brandão

    Recuperação e Bem-Estar de Aves Silvestres
    Principais espécies apresentadas. Principais patologias. Critérios de recuperação / libertação
    Práticas: Técnicas de Necrópsia

    DIA 22: Domingo,10 de Maio 2009
    Formador: Dr. Rui Patrício

    Recuperação e Bem-Estar de Répteis e Anfíbios
    Principais espécies apresentadas. Principais patologias. Critérios de recuperação / libertação
    Práticas: Técnicas de Necrópsia

    DIA 23: Sábado, 30 de Maio 2009
    Formador: Dra. Ana Salbany

    Recuperação e Bem-Estar de Pinípedes
    Recuperação de focas e leões marinhos. Principais patologias

    DIA 24: Domingo, 31 de Maio 2009
    Formador: Dra. Arlete Sogorb

    Recuperação e Bem-Estar de Cetáceos
    Principais problemas encontrados com cetáceos dados à costa. RecuperabilidadeMódulo VIII: Medicina de Répteis

    DIA 25:  Sábado, 20 de Junho 2009
    Formadora: Dra. Sharon Redrobe

    Patologias Não-Infecciosas mais comuns em répteis
    Exame clínico, patologias nutricionais, maneio da anorexia. Colheita de sangue e sua interpretação.
    Práticas: exame clínico em animas vivos. Colheita de amostras biológicas. Discussão de casos clínicos.

    DIA 26: Domingo, 21 de Junho 2009
    Formadora: Dra. Sharon Redrobe

    Patologias Infecciosas mais comuns em répteis
    Patologia reprodutiva. Patologia respiratória. Patologia digestiva.
    Protocolos terapêuticos
    Práticas: observação de películas radiográficas e discussão de casos clínicos.

    DIA 27: Sábado, 26 de Setembro 2009
    Formador: Dr. Marc Kramer

    Cirurgia em Répteis
    Anestesia e monitorização
    Técnicas cirúrgicas e principais intervenções
    Wet lab: praticas em cadáveres

    DIA 28: Domingo,27 de Setembro 2009
    Formador: Dr. Marc Kramer

    Imagiologia em Répteis
    Radiografia
    Endoscopia
    Ultrasonografia
    Discussão casos clínicos

    POSSIBILIDADE DE INSCRIÇÃO EM MÓDULOS INDIVIDUAIS

    Custo
    Até 30 de Junho 2008
    Profissionais:
    2400 € na totalidade (ou 200€/mês durante um ano)

    Após 30 de Junho 2008
    Profissionais
    2600 € na totalidade (ou 220€/mês durante um ano)


    Língua:
    Inglês / Espanhol / Português


    Avaliação
    Trabalhos individuais
    Fichas de avaliação a serem realizadas em casa depois das sessões e entregues em datas a agendar com os formadores

    Trabalhos de Grupo
    Elaboração e discussão de Caso Clínico

    Horário:
    Horário: 9h00 - 18h00
    Intervalos:
    15 mins. Intervalo para café de manhã
    90 mins. Intervalo para almoço
    15 mins. Intervalo para café de tarde
    Tempo de contacto/dia: 7 h

    Assiduidade:
    Os alunos devem frequentar pelo menos 2/3 das aulas, sendo que os módulos assinalados com * no programa são módulos facultativos

    Número limitado de inscrições

    Aulas Teóricas e Aulas Práticas nas Instalações da Faculdade de Medicina Veterinária da ULHT

    14 ECTS

     

Outro curso relacionado com Veterinária

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |