Home > Cursos > Medicina Veterinária > Online > Curso de Terapia Assistida Por Animais - Online

Curso de Terapia Assistida Por Animais - Online

Solicite informação sem compromisso Nubika

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Curso de Terapia Assistida Por Animais - Online

  • Conteúdo
    Curso De Terapia Assistida Por Animais.


    FORMAÇÃO SEMIPRESENCIAL, À DISTÂNCIA E ONLINE


    PORQUÊ FORMAR-SE NESTE SETOR?

    As profissões relacionadas com o setor veterinário estão em alta e oferecem excelentes oportunidades de emprego. A Terapia Assistida por Animais permite-lhe conviver e trabalhar diariamente com animais de estimação. Além disso, trata-se de um setor com alta demanda e em constante crescimento.



    Esta formação é destinada a profissionais sociossanitários e educadores, como por exemplo:

    - Terapeutas ocupacionais
    - Fisioterapeutas
    - Psicólogos
    - Trabalhadores sociais
    - Professores e outros profissionais da educação
    - Veterinários e assistentes técnicos veterinários



    Funções:

    - Realizar uma avaliação inicial do paciente para estabelecer metas terapêuticas
    - Identificar qual é o animal apropriado para cada tipo de terapia
    - Conhecer e interpretar a linguagem do animal e do paciente
    - Praticar com o paciente e o animal técnicas como:
        Executar tarefas com o animal para que o paciente imite
        Acariciar e abraçar o animal
        Escovar
        Colocar o equipamento (arnês, coleira…)
        Subir e descer do cavalo de diferentes maneiras
        Dar um passeio

    - Observar e registrar o progresso do paciente, por exemplo:
        Observar e registrar o progresso do paciente, por exemplo:
        Uma maior amplitude articular, equilíbrio, força muscular, etc.
        Melhoria nas interações sociais, autoestima e autoconfiança

    - Oferecer às famílias estratégias para complementar a terapia


    Metodologia:

    01 Tutora pessoal:
    A sua assessora pedagógica irá elaborar um plano de estudos pensado 100% à sua medida e manter um acompanhamento personalizado da sua preparação.

    A sua tutora irá adaptar-se às suas necessidades e estará presente sempre que necessite, seja de forma presencial ou à distância de um clique.

    02 Material didáctico próprio:
    Quando se inscrever em Nubika, receberá material didático próprio elaborado por uma equipa de docentes que, além de professores, são profissionais no ativo no setor.

    03 Professor especialista:
    Os professores especialistas estarão à sua disposição para esclarecer todas as dúvidas sobre o programa de Terapia Assistida por Animais

    04 Seminários e workshops:
    Nos seminários e workshops, alguns profissionais do setor explicam os aspetos mais importantes da sua formação. Durante as aulas poderá consultar diretamente os professores e partilhar as dúvidas com os colegas da mesma área de estudos.

    05 Aulas telepresenciais:
    Pode assistir a Aulas telepresenciais online e em direto sobre os temas da sua formação ou, se preferir, visualizá-las posteriormente ou em streaming.

    06 Masterclass:
    Reconhecidos e renomados profissionais do setor partilharão consigo os seus conhecimentos através das suas masterclass.

    07 Estágio em empresas: 
    A sua formação inclui até 100 horas de estágio profissional muitos dos nossos formandos ficam a trabalhar na empresa en que realizam o estágio

    08 Observatorio de emprego:
    vamos inclui-lo no observatório de emprego de nubika e vai receber no seu email ofertas de trabalho que se ajustam ao seu perfil profissional e às suas preferências


    TERÁ TODAS AS SEMANAS AULAS TELEPRESENCIAIS COM OS SEUS PROFESSORES ESPECIALISTAS.

    EM DIRETO

    Pode entrar em direto nas aulas com o seu professor especialista. Nas telepresenciais seguiremos o programa e poderá colocar questões e adquirir conhecimentos que irão além do conteúdo teórico dos livros. No final de cada aula, poderá expor as suas dúvidas para que o professor responda em direto.


    EM STREAMING

    Todas as aulas ficam gravadas para que possa aceder a elas sempre que quiser. Além de poder consultá-las na sua plataforma, poderá vê-las em streaming.


    RESOLUÇÃO DE DÚVIDAS EM DIRETO

    Os professores dedicarão toda a aula a solucionar as suas dúvidas e a resolver exercícios ou casos práticos. É uma excelente oportunidade para interagir com o professor, colocar questões e aprender com as dúvidas dos restantes colegas.


    AULAS COMPLEMENTARES

    Além das aulas relacionadas diretamente com a sua formação, terá aulas complementares que poderá assistir em direto ou em diferido.


    Programa:

    Módulo 1: Intervenções Assistidas com Cães.


    HISTÓRIA DAS INTERVENÇÕES ASSISTIDAS COM CÃES
       1. Relação histórica do cão com o ser humano.
            1.1. O comportamento social do lobo.
            1.2. O lobo é o único antepassado dos cães?
            1.3. Evolução da relação humano-cão.
        2. História do uso dos cães em Intervenções Assistidas.
            2.1. Da Grécia Antiga até 1953.
            2.2. Desde 1953 até 1980.
            2.3. Dos anos 80 até à atualidade.
        3. História das Intervenções Assistidas com Cães em Espanha.


    CONCEITO DAS INTERVENÇÕES ASSISTIDAS COM CÃES
        1. O que se entende por Intervenções Assistidas com Cães.
        2. Classificação das Intervenções Assistidas com Cães
            2.1. Atividades Assistidas com Cães (AAC).
            2.2. Terapia Assistida com Animais (TAA).
            2.3. Educação Assistida com Animais (EAA).
        3. Metodologia (processo avaliação-intervenção-obtenção de resultados).
            3.1 Detetar a necessidade.
            3.2 Descrição da população: passos iniciais.
            3.3 Avaliação.
            3.4. Estabelecer os objetivos terapêuticos.
            3.5. Elaboração da IAA, intervenção e registo.
            3.6. Obtenção de resultados da IAA.
        4. Vínculo humano-animal.
            4.1. O hormónio oxitocina.
            4.2. Condutas sociais do cão.
            4.3. Teoria do apego.


    PROFISSIONAIS DA IAC E TIPOS DE EQUIPAS.
        1. Profissionais da IAC e tipos de equipas.
            1.1. Lazer.
                1.1.1. Qual deve ser o perfil do guia canino?
            1.2. Terapia.
                1.2.1. Qual deve ser o perfil do terapeuta?
            1.3. Educação.
                1.3.1. Qual deve ser o perfil do educador?
        2. O cão de intervenção ou cão de terapia.
            2.1. Tipos de cães de terapia.
                2.1.1. Definição de cão de terapia.
                2.1.2. Tipos de cães de terapia.
                    A. Cães com alto nível de atividade.
                    B. Nível médio de atividade.
                    C. Baixo nível de atividade.
            2.2. Caraterísticas do cão de IAC.
                2.2.1. Caraterísticas físicas.
                2.2.2. Caraterísticas comportamentais.
            2.3. O papel do cão de IAC.
            2.4. Tipos de cães de assistência.
            2.5. Diferenças entre cães de intervenção e cães de assistência.
            2.6. Diferenças com respeito a outros animais.
            2.7. Qualidade de vida.
                2.7.1. Cuidados básicos.
                2.7.2. Cuidados específicos.
                2.7.3. Lazer e diversão.
                2.7.4. Socialização.
                2.7.5. Preparação prévia e posterior à intervenção.
                2.7.6. Considerações importantes para assegurar a qualidade de vida do cão de IAC.
        3. Usuário/Paciente/Participante.


    LEIS, NORMAS E FORMAÇÃO. SITUAÇÃO EM PORTUGAL
        1. Leis e normas relativas à IAC.
            1.1. Análise sobre a ausência de legislação.
            1.2. Análise da legislação italiana.
            1.3. Código de prática de IAA no Reino Unido (de caráter não legislativo).
            1.4. Legislação sobre o cão de assistência e diferenças em relação ao cão de terapia.
        2. Situação da formação em IAC em Espanha.

            2.1. Tipos de formação em IAC.
            2.2. Apreciação sobre a formação existente.
                2.2.1. Formação regulada oficial.
                2.2.2. Formação não regulada oficial.
                2.2.3. Formação não regulada não oficial.
            2.3. Pautas para escolher o curso/formação.
            2.4. Caminho do processo formativo.
                2.4.1. Formação básica em IAC.
                2.4.2. Formação básica em cão de terapia.
                2.4.3. Escolha da futura função.
                2.4.4. Formação avançada.
                2.4.5. Formação específica.


    ÉTICA E MORAL NO TRABALHO COM PESSOAS E CÃES
        1. Ética no trabalho com pessoas.
            1.1 Mínimos éticos exigidos na IAC.
                1.1.1 Princípio formal universal e absoluto.
                1.1.2 Princípios materiais universais e não absolutos.
                1.1.3 Possibilidade de pôr alguma exceção no passo 2.
            1.2 Ética na saúde.
            1.3 Ética na intervenção social.
            1.4 Ética na educação.
            1.5 Conclusão: a ética no trabalho com pessoas.
            1.6 Bibliografia relevante.


        2. Ética no trabalho com cães e respeito aos animais.
            2.1 Considerações éticas.
            2.2 Convenção Europeia para a proteção dos animais de companhia.
                2.2.1 Posse.
                2.2.2 Reprodução e adestramento.
                2.2.3 Concursos, espetáculos e manifestações similares.
            2.3 Questões éticas práticas para os profissionais de IAC.
            2.4 Bibliografia relevante.


        3. Requisitos legais e obrigações.
            3.1 Seguros.
            3.2 Responsabilidades ante Finanças.


    UTILIDADE E APLICAÇÃO DAS IAC
        1. Âmbitos de aplicação de IAC.
            1.1 Infância.
                1.1.1. Trastorno do Espectro Autista.
                1.1.2. Paralisia Cerebral Infantil.
                1.1.3. Trastorno por Défice de Atenção e Hiperatividade.
                1.1.4. Síndrome de Down.
                1.1.5 Deficiência intelectual
                1.1.6. Transtornos do neurodesenvolvimento.
                1.1.7. Exclusão social.
                1.1.8. Violência de género.
                1.1.9. Fobia a cães.
                1.1.10. Educação pré-escolar e primária.
                1.1.11. Educação cívica e comunitária.
                1.1.12. Vida saudável.
            1.2. Adolescência.
                1.2.1. TEC, Síndrome de Down, TDAH, deficiência intelectual e outras perturbações do neurodesenvolvimento.
                1.2.2. Educação de 3º ciclo e secundário.
                1.2.3. Bullying escolar.
                1.2.4. Exclusão social.
                1.2.5. Toxicodependência.
                1.2.6. Saúde mental.
                1.2.7. Violência de género.
                1.2.8. Dano cerebral.
                1.2.9. Novas tecnologias.
            1.3. Adultos.
                1.3.1. Saúde mental.
                1.3.2. Deficiência intelectual.
                1.3.3. Dano cerebral.
                1.3.4. Vícios.
                1.3.5. Violência de género.
                1.3.6. Exclusão social.
                1.3.7. Instituições penitenciárias.
                1.3.8. Demência pré-senil.
                1.3.9. Lesões do sistema locomotor.
                1.3.10. Deficiência auditiva.
                1.3.11. Deficiência visual.
                1.3.12. Deficiência física.
            1.4. Idosos.
                1.4.1. Demências.
                1.4.2. Doença de Parkinson.
                1.4.3. Participação social.
                1.4.4. Intergeracional.
        2. Benefícios das IAC por áreas.
        3. Precauções nas IAC.
        4. Materiais úteis para a aplicação de IAC.
            4.1. Materiais para o cuidado do cão.
            4.2. Outros materiais.
            4.3. Prémios para o cão.



    Módulo 2: Equoterapia:
    O CORPO HUMANO

        1. Anatomia básica.
            1.1. Terminologia anatómica.
            1.2. Sistemas corporais.
                1.2.1. Sistema esquelético.
                    A. Componentes.
                    B. Principais ossos do corpo.
                1.2.2 Sistema muscular.
                    A. Conceitos básicos.
                    B. Musculatura principal.
                1.2.3. Sistema nervoso.
                    A. Como trabalha nosso sistema nervoso.
                    B. Impulso nervoso.
                    C. Recetores.
                    D. Patologias.
            2.1. Conceitos básicos.
            2.2. Patologias mais comuns.
                2.2.1. Lesão cerebral adquirida.
                2.2.2. Transtornos do desenvolvimento neurológico.
                2.2.3. Lesão medular.
                2.2.4. Doenças neuromusculares.

    O CAVALO

        1. Anatomia básica.
            1.1. Terminologia.
            1.2. Sistemas corporais.
                1.2.1. Sistema esquelético.
                1.2.2. Sistema muscular.
                1.2.3. Sistema nervoso.
                    A. Visão.
                    B. Audição.
                    C. Tato.
                    D. Olfato.
                    E. Paladar.

        2. Origem e caraterísticas.
            2.1. Aspetos básicos.
                2.1.1. Ciclo da vida.
                2.1.2. Pelagens e marcas.
                    A. Pelagens.
                    B. Marcas.
                2.1.3. Raças.
            2.2. Comportamento.
                2.2.1. Vida social.
                    A. Entorno natural.
                    B. Entorno doméstico.
                2.2.2. Instintos de sobrevivência.
                2.2.3. Conduta.
                2.2.4. Comunicação.

    O MUNDO EQUESTRE

        1. Cuidados básicos.
            1.1. Alimentação.
                1.1.1. Tipos de alimentos.
            1.2. Estrebaria.
                1.2.2. O leito do cavalo.
                1.2.3. Limpeza.
            1.3. Higiene.
                1.3.1. Colocar a cabeçada e a guia.
                1.3.2. Pentear.
                1.3.3. Cuidar dos cascos.
                1.3.4. Banho.
                1.3.5. Exercício.
                    A. A corda.
                    B. Rédeas longas.
            1.4. Saúde.

        2. Montar a cavalo.
            2.1. Preparação.
            2.2. Na pista.
                2.2.1. Subir.
                2.2.2. Descer.
                2.2.3. O trabalho na pista.
                    A. Postura sobre o cavalo.
                    B. Ordens básicas.
                    C. Figuras na pista.
                2.2.4. Passeios pelo monte.
            2.3. Depois de montar.

        3. Normas de segurança.

    TERAPIAS ASSISTIDAS COM CAVALOS

        1. História.
        2. Fundamentos teóricos.
            2.1 Modalidades.
            2.2. Efeitos sobre a saúde.
                2.2.1. Benefícios.
                2.2.2. Contraindicações.

        3. Equipa de TEIAC.
            3.1 Cavalo.
                3.1.1. Caraterísticas.
                    A. Anatómicas.
                    B. Psicológicas.
                    C. De conduta.
                3.1.2. Treinamento básico.
                    A. Bibliografia recomendada.
            3.2. Profissionais.
                3.2.1. Equipa de Apoio.
                3.2.2. Equipa de Terapia.
                3.2.3. Equipa Interdisciplinar.

    METODOLOGIA EM TEIAC

        1. Paradigma.
        2. Processo em terapia.
            2.1. Avaliação.
                2.1.1. Recolha de informação.
                    A. Escala de Barthel.
                    B. Índice de Katz.
                    C. Escala de Lawton e Brody.
                2.1.2. Perfil do utilizador.
            2.2. Plano de intervenção.
                2.2.1. Objetivos               .
                2.2.2. Atividades.
                2.2.3. Metodologia/recursos.
                2.2.4. Calendarização.
            2.3. Intervenção.
                2.3.1 Sessões.
                    A. Inicio.
                    B. Corpo.
                    C. Fim.
                2.3.2. Revisão dos dados.
                    A. Seguimento diário.
                    B. Revisão da intervenção.
            2.4. Resultados.
            2.5. Relatórios.

    INTERVENÇÃO

        1. Material.
            1.1. Cavalo.
            1.2. Cavaleiro.
            1.3. Sessão.
                1.3.1. Geral.
                1.3.2. Específico.
        2. O ser humano e o cavalo.
            2.1. Aspectos básicos.
            2.2. Características físicas do cavalo.
                2.2.1. Passo.
                2.2.2. Anatomia.
        3. O terapeuta.
        4. Atividades.
            4.1. No solo.
            4.2. Monta.
            4.3. Compensatórias ou lúdicas.
        5. Intervenção.
            5.1. Comunicação aumentativa/alternativa.
            5.2. Apoios.
            5.3. Comportamentos.
                5.3.1. Birras.
                5.3.2. Crises sensoriais.

    LEGISLAÇÃO

        1. Pessoas com Deficiência.
            1.1. Normas europeias.
                1.1.1. Todas as pessoas são iguais perante a lei.

        2. Animais.
            2.1. Normas europeias.
                2.1.1. Geral.
                2.1.2. Animais de pecuárias.
                2.1.3. Conservação dos animais.
            2.2. Normativa portuguesa.


    Estágio:

    A sua formação inclui até 100 horas deestágio profissional como terapia assistida por animais.



    DIploma:

    Ao terminar o curso em Nubika, obterá as seguintes habilitações

    - Diploma De Nubika: Terapia Assistida Por Animais
    - Diploma Do Idioma Escolhido


    Material Complementar:

    IDIOMAS:

    Sabemos que ter conhecimentos em idiomas pode ser decisivo na hora de conseguir um trabalho. Com a Nubika pode escolher que idioma quer aprender:


    - INGLÊS
    - ALEMÃO
    - MANDARIM
    - FRANCÊS
    - ESPANHOL
    - ITALIANO
    - HOLANDÊS
    - RUSSO


    SAÍDAS PROFISSIONAIS:

    - Clínicas veterinárias
    - Hospitais veterinários
    - Serviços de urgências
    - Laboratórios veterinários
    - Centros de investigação
    - Parques, reservas e jardins zoológicos
    - Centros de criação
    - Abrir o seu próprio negócio

Outro curso relacionado com Medicina Veterinária

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços.
Se continuar navegando, aceita o seu uso.
Ver mais  |