Home > Licenciatura > Conservação Histórica > Faro - Faro > Licenciatura em Património Cultural - Faro - Faro - Faro

Licenciatura em Património Cultural

Solicite informação sem compromisso UALG - Universidade do Algarve

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Licenciatura em Património Cultural - Presencial - Faro - Faro - Faro

  • Objectivos
    A licenciatura em Património Cultural (Artístico, Histórico e Arqueológico) é um curso de 1.º ciclo que se desenvolve em três anos segundo os critérios do Processo de Bolonha. Pretende formar profissionais habilitados, científica e tecnicamente, na inventariação, preservação e valorização do património construído, arqueológico e histórico do País. Este curso enquadra-se e surge como resposta ao progressivo interesse e preocupações sentidas nas duas últimas décadas, em Portugal e na Europa, pelas problemáticas patrimoniais, bem corporizadas em recentes planos e programas de desenvolvimento e ordenamento regionais ou nacionais onde o património natural e cultural é reconhecido como factor de diferenciação potenciador de desenvolvimento.

    O graduado do curso de Património Cultural deverá ter a capacidade para recolher, seleccionar, interpretar e avaliar todos os dados referentes à área científica em questão, de forma a poder fazer diagnósticos correctos, actuar responsavelmente e com os devidos conhecimentos científicos, técnicos, sociais e éticos, bem como reencaminhar e saber dialogar com peritos em áreas de intervenção específicas.

    Estas competências permitirão o exercício de qualidade num campo de conhecimento vastíssimo, como é o do Património Cultural. O curso, para além de um percurso geral, oferece ao estudante a possibilidade de optar pelos percursos artístico, histórico ou arqueológico, de acordo com a escolha das disciplinas de opção.
  • Titulação
    Licenciatura em Património Cultural
  • Conteúdo

    Saídas Profissionais


    O graduado do curso de Património Cultural da Universidade do Algarve terá um mercado diversificado de trabalho, não só ao nível do Estado, tanto em organismos centrais como autárquicos, mas também em instituições privadas e, finalmente, como empresário e técnico especialista na área profissional em questão: - Organismos tutelares do património (IGESPAR, IPMC);
    - Serviços culturais de inventariação e preservação de bens culturais;
    - Gabinetes de estudos integrados e gabinetes técnicos locais;
    - Equipas pluridisciplinares em projectos de intervenção e reabilitação patrimonial; - Museus, sítios patrimoniais e demais organismos de gestão e fruição de bens patrimoniais;
    - Associações de defesa do património;
    - Empresas especializadas em arqueologia e intervenção patrimonial;
    - Empresas de divulgação e promoção cultural;
    - Comissões de bens culturais da Igreja.

Outro curso relacionado com Conservação Histórica

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |