Home > Mestrado > Sociologia > Coimbra - Coimbra > Mestrado em Dinâmicas Sociais, Riscos Naturais e Tecnológicos - Coimbra - Coimbra - Coimbra

Mestrado em Dinâmicas Sociais, Riscos Naturais e Tecnológicos

Solicite informação sem compromisso Universidade de Coimbra - FEUC - Faculdade de Economia

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Mestrado em Dinâmicas Sociais, Riscos Naturais e Tecnológicos - Presencial - Coimbra - Coimbra - Coimbra

  • Objectivos
    O curso visa fornecer uma formação teórica e técnica sólida nas diferentes áreas atinentes à problemática do risco, tanto na vertente da prevenção como da intervenção em caso de desastres atribuíveis a processos naturais e tecnológicos. Sendo pensado para um público diversificado, indo das ciências sociais às ciências naturais e exactas e às tecnologias, os conteúdos permitem uma visão integrada e não especializadora, onde se combina a capacidade de interpretação de dados quantitativos com as metodologias mais qualitativas de avaliação e percepção do risco em comunidades humanas. A preocupação fundamental é mostrar a importância das estruturas e dinâmicas sociais das comunidades locais na prevenção e actuação do risco, bem como a aquisição de ferramentas analíticas e de intervenção que permitam o diagnóstico e a definição de linhas de actuação em caso de desastres ou outros acontecimentos mais pontuais. As competências adquiridas devem permitir delinear políticas de prevenção, minimização, gestão e comunicação do risco, determinando a cada momento, ante, durante ou pós-evento a capacidade de mobilização e de reabilitação das comunidades afectadas. Torna-se, assim, importante uma formação nas técnicas de planeamento e de ordenamento, bem como a capacidade de articulação com as autoridades locais, distritais e nacionais na prossecução das medidas a tomar. É realçado o papel da protecção civil enquanto interveniente máximo nas medidas de prevenção e gestão associadas aos riscos naturais. A inclusão da vertente jurídica e económica, fundamentais em todo o processo de planeamento e de execução de acções, bem como em casos extremos de emergência ou de desastre, afigura-se necessária uma grande familiaridade com a componente logística e organizativa de toda a rede nacional de protecção civil. O aprofundado conhecimento dos instrumentos legais e compensatórios e das esferas de actuação de cada uma das entidades públicas, tanto locais como nacionais, mostra-se imprescindível. As competências em comunicação social são também de importância extrema, pois permitem a elaboração de campanhas de sensibilização, de divulgação e de consciencialização e debate sobre os riscos presentes no país ou nas comunidades de âmbito regional ou local. A formação com um diversificado leque de saberes, tanto quanto possível, actualizados e relevantes na área, bem como a distinção entre as áreas Social e Física, possibilita-se a aquisição de ferramentas e metodologias direccionadas para competências pessoais e sistémicas, capazes de enquadramentos profissionais distintos e a capacidade de fundamentar e evoluir para a dissertação de Mestrado.
  • Dirigido a
    Serão admitidos à candidatura os titulares de um primeiro ciclo, ou licenciatura, que demonstrem afinidade com a área científica e capacidade para a habilitação ao grau de Mestre. Excepcionalmente, em casos devidamente justificados, serão admitidos pelos conselhos científicos, mediante proposta da comissão científico-pedagógica dos cursos, os titulares de outros diplomas legalmente equivalentes, assim como pessoas que, não possuindo graus académico superior, apresentem curriculo ou experiência profissional que demonstre capacidade para a realização do ciclo de estudos. Recomenda-se também o domínio da língua inglesa.
  • Titulação
    Mestre em Dinâmicas Sociais, Riscos Naturais e Tecnológicos
  • Conteúdo

     Estrutura Curricular

    Para obter o Diploma de Estudos Avançados, será necessário ter aprovação em 10 unidades curriculares de 6 ECTS.

    Todas as unidades curriculares abaixo indicadas correspondem a 6 ECTS.

    As unidades curriculares serão escolhidas a partir dos grupos A, B e C abaixo indicados, sendo que 5 disciplinas terão obrigatoriamente de pertencer aos grupos A e C, qualquer que seja a modalidade do DEA.

    Requisitos específicos das modalidades do DEA:

        * DEA em Economia

          As unidades curriculares são de escolha livre, respeitando-se, no entanto, a condição de pelo menos cinco pertencerem ao grupos A ou C.
        * DEA em Economia e Finanças

          É exigido aproveitamento em 6 disciplinas:
              o Métodos de Previsão
              o Economia Financeira e do Risco
              o Instrumentos Financeiros Derivados
              o Controlo de Gestão
              o Fiscalidade
              o Direito Financeiro ou Auditoria
        * DEA em Economia Europeia

          É exigido aproveitamento em uma das disciplinas: Macroeconomia Intermédia, Microeconomia Intermédia, Econometria Intermédia,

          e nas disciplinas:
              o Economia do Mercado Único
              o Economia da União Monetária
       

          DEA em Economia Financeira

          É exigido aproveitamento em uma das disciplinas: Macroeconomia Intermédia, Microeconomia Intermédia, Econometria Intermédia,

          e nas disciplinas:
              o Economia Financeira e do Risco
              o Economia das Instituições e Sistemas Financeiros
        * DEA em Economia Industrial

          É exigido aproveitamento em 3 disciplinas:
              o Microeconomia Intermédia
              o Economia Industrial
              o Aplicações de Economia Industrial
        * DEA em Economia da Governação e das Instituições*

          É exigido aproveitamento em uma das disciplinas: Macroeconomia Intermédia, Microeconomia Intermédia, Econometria Intermédia,

          e nas disciplinas:
              o Economia das Políticas Públicas*
              o Economia e Instituições*
        * DEA em Economia do Crescimento e das Políticas Estruturais

          É exigido aproveitamento em uma das disciplinas: Macroeconomia Intermédia, Microeconomia Intermédia, Econometria Intermédia,

          e nas disciplinas:
              o Crescimento Económico
              o Macroeconomia do Desenvolvimento

    As disciplinas são comuns ao Mestrado e ao Diploma de Estudos Avançados em Economia.

    Disciplinas Opcionais A

    ê             Desenvolvimento Regional
    ê             Economia da Informação
    ê             Economia da Inovação Tecnológica
    ê             Economia do Trabalho*
    ê             História do Pensamento Económico
    ê             Instrumentos Financeiros Derivados
    ê             Mercados Cambiais*
    ê             Métodos de Previsão
    ê             Política Monetária e Financeira
    ê             Temas de Metodologia da Economia

     

    Disciplinas Opcionais B

    ê             Análise de Decisão
    ê             Controlo de Gestão
    ê             Direito da Concorrência*
    ê             Direito Financeiro
    ê             Auditoria
    ê             Estratégia Empresarial
    ê             Estratégia Internacional
    ê             Fiscalidade
    ê             História da Construção Europeia
    ê             História Económica Empresarial*
    ê             Investigação Operacional
    ê             Marketing Estratégico*

     

    Disciplinas Opcionais C

    ê             Economia do Mercado Único
    ê             Economia da União Monetária
    ê             Economia Financeira e do Risco
    ê             Economia das Instituições e Sistemas Financeiros
    ê             Economia Industrial
    ê             Aplicações de Economia Industrial
    ê             Economia das Políticas Públicas*
    ê             Economia e Instituições*
    ê             Crescimento Económico
    ê             Macroeconomia do Desenvolvimento

Outro curso relacionado com Sociologia

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |