Home > Pós-graduação > Farmácia > Porto - Cidade > Pós-Graduação em Intervenção Farmacêutica na Problemática da Dor - Porto - Cidade - Porto

Pós-Graduação em Intervenção Farmacêutica na Problemática da Dor

Solicite informação sem compromisso CESPU - Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Pós-Graduação em Intervenção Farmacêutica na Problemática da Dor - Presencial - Porto - Cidade - Porto

  • Objectivos
    Desde sempre o Homem procurou esclarecer a(s) razão(ões) que justificasse(em) a ocorrência de Dor e os procedimentos destinados a seu controle, conforme sugerem alguns registros gráficos da pré-história e vários documentos escritos. A Dor, seja Crónica ou Aguda, não é mais, nem menos, do que um fenómeno subjectivo que tem sido invocado pelas diversas organizações de Saúde devido ao seu controle inadequado. Apesar dos avanços na área da Saúde, a Dor não tratada permanece um problema. Dada esta problemática, surgiu a necessidade do realizar de um curso que objectivasse acrescer competências aos profissionais de Saúde, de forma a ficarem aptos a dar o seu contributo ao Doente no tratamento adequado da (sua Dor). Assim, no final do curso, cada formando deverá ser capaz de: reconhecer a problemática associada não só à dor como também ao doente com dor; comunicar adequadamente com o doente com dor; reconhecer o tipo de dor e a patologia a ela associada; compreender a terapêutica instituída pelo médico prescritor; promover a adesão à terapêutica prestando os seus serviços de aconselhamento, nomeadamente no que diz respeito à posologia, terapias complementares e controle dos efeitos colaterais. O formando deverá ainda ser capaz avaliar, conscientemente, o fenómeno álgico através do relato dos pacientes e promover a prevenção da dor. Não menos importante, é a tomada de consciência, por todos nós, que jamais se pode, ou deve, menosprezar a Dor! Este facto, que infelizmente actualmente assistimos, surge devido ao preconceito generalizado, à preocupação em excesso com os efeitos colaterais dos opióides, à confusão com o termo tolerância, à relutância dos pacientes em se queixarem, e, ainda, à falta de conhecimento e de habilidade por parte dos profissionais de Saúde em recorrerem aos analgésicos opióides como medida terapêutica. Não esqueçamos nunca que o Doente é a razão de existir dos profissionais de Saúde e que Doentes com Dor somos todos nós!
  • Dirigido a
    Licenciados em Ciências Farmacêuticas e em Farmácia.
  • Titulação
    Pós-Graduação em Intervenção Farmacêutica na Problemática da Dor
  • Conteúdo

    Estrutura curricular
    MÓDULO I - A DOR - O 5º SINAL VITAL
    Sessão de abertura
    Prof. Doutor Almeida Dias - Presidente do Grupo CESPU
    Prof. Doutor Jorge Proença - Director do I.S.C.S.- Norte
    Prof. Doutor Vítor Seabra - Director do Departamento de Ciências Farmacêuticas do I.S.C.S.- Norte

    A perspectiva do Tratamento da Dor em Portugal
    Prof. Doutor Castro Lopes - HSJ/Fac. Medicina - Universidade Porto

    Epidemiologia da Dor
    Dr. João Mota Dias

    Dor: Definição e Tipos
    Dr. João Mota Dias

    Avaliação/Diagnóstico da Dor: da Pediatria à Geriatria
    Dr.ª Luísa Carvalho

    Anatomia e Fisiologia da Dor
    Prof. Doutor Armando Almeida - Universidade do Minho

    Causas/Consequências da Dor: Impacto na qualidade de vida
    Dr.ª Luísa Carvalho

    Farmacologia da Dor
    Prof. Doutor Jorge Proença - ISCS-Norte

    Terapias complementares da Dor
    Dr. Jorge Gonçalves

    Tratamento da Dor: Vias de Administração
    Dr. Alexandre Teixeira

    Desmitificação dos Opióides
    Dr. Alexandre Teixeira

    Farmacoterapia da Dor
    Dr. Domingos Araújo - ISCS-Norte

    Reacções Adversas ao Tratamento da Dor
    Prof. Doutor Vítor Seabra - ISCS-Norte

    MÓDULO II - DOR AGUDA (A DOENÇA, A TERAPÊUTICA E O CONSELHO FARMACÊUTICO)
    Avaliação dos conhecimentos adquiridos no MÓDULO I

    Cefaleias
    Dr. Óscar Gomes

    Dores Ósseas e Musculares
    Dr. Domingos Araújo - ISCS-Norte

    Dores pós - Cirúrgicas
    Dr. Adriano Magalhães - Centro Hospitalar do Alto Minho

    Dores Renais
    Dr. Luís Saraiva - Hosp. São João

    Dores Estomatológicas
    Dr. Barbas do Amaral - ISCS-Norte

    Dores Epigástricas
    Dr. Aníbal Liberal - Cirurgião

    Dores Traumáticas
    Dr. António Leite Carneiro - Neurologista - Hospital Militar do Porto

    Psicologia/Sociologia da Dor
    Dr. Bruno Peixoto - ISCS-Norte


    MÓDULO III - Dor Crónica (A Doença, a Terapêutica e o Conselho Farmacêutico)
    Avaliação dos conhecimentos adquiridos no MÓDULO II

    Dores de especialidade Otorrinolaringologista
    Prof. Doutor Jorge Spratley - HSJ/ Fac. Medicina Univ. Porto

    Enxaqueca
    Dr. Óscar Gomes

    Artrite Reumatóide
    Dr. Domingos Araújo - ISCS-Norte

    Dor Oncológica
    Dr.ª Maria Rosa Fragoso - IPO - Porto

    A realidade da Unidade de Dor
    Dr.ª Maria Rosa Fragoso - IPO - Porto

    Visita ao I.P.O. (Instituto Português de Oncologia)
    Dr.ª Maria Rosa Fragoso - IPO - Porto

    Visita à Unidade de Dor do HSJ (Hospital de S. João)
    Dr. José Manuel Correia - HSJ

    MÓDULO IV - COMO COMUNICAR COM O DOENTE COM DOR - O PAPEL DO FARMACÊUTICO
    Avaliação dos conhecimentos adquiridos no MÓDULO III

    Técnicas de comunicação
    Dr.ª Ana Rita Pereira - ISCS-Norte

    Apresentação aos formandos de casos práticos: Como Comunicar?
    Dr.ª Áurea Lima - ISCS-Norte

    Resolução de casos práticos
    Dr.ª Ana Rita Pereira - ISCS-Norte
    Dr.ª Áurea Lima - ISCS - Norte

    Apresentação pelos formandos dos casos práticos resolvidos/Avaliação

Outro curso relacionado com Farmácia

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |