Curso: Mini Crime Lab

Solicite informação sem compromisso Instituto CRIAP

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Curso: Mini Crime Lab - Presencial - Porto - Cidade - Porto

  • Objectivos
    Pretende-se transmitir aos participantes, de uma forma simples mas objetiva, uma real perspectiva da investigação numa cena de crime, assim como o procedimento subsequente até à elaboração de um relatório pericial.

    Assim, pela aplicação dos conceitos teóricos adquiridos, os formandos terão a oportunidade de os aplicar em “reais cenários de crime”, num universo em que as questões práticas serão privilegiadas.
  • Dirigido a
    Estudantes e Profissionais das áreas da Psicologia, das Ciências Sociais e da Saúde, Direito, Antropologia, Criminologia, Sociologia, Educação, Policias, Militares, Profissionais da Carreira Judiciária. Estudantes universitários que se interessem por esta temática.
  • Conteúdo
    DNA
    A análise forense de DNA é uma das principais técnicas de identificação da origem biológica de amostras e vestígios, o que constitui uma poderosa “ferramenta” quer em situações criminais quer na determinação biológica da filiação, quer ainda na identificação genética. Nesta componente será extraído DNA de células do epitélio bucal. 

    Impressões Digitais
    A lofoscopia dedica-se ao estudo das impressões, nomeadamente das impressões deixadas pelas cristas dermopapilares das extremidades dos dedos – impressões digitais. Para a revelação das impressões digitais serão usadas diferentes técnicas e reagentes, em função do tipo e superfície em que as impressões digitais são encontradas: Revelação de impressões digitais latentes e revelação de impressões digitais em superfícies porosas.

    Recolha de Vestígios
    Um vestígio é toda a modificação física ou psíquica provocada por conduta humana, de acção ou omissão, que permita tirar conclusões quanto aos factos que a causou. A análise dos vestígios permite um conhecimento da realidade material, uma reconstituição do crime e a interpretação recorrendo a métodos científicos. Nesta componente são exploradas técnicas de recolha de amostras e vestígios forenses, quer biológicos, quer não biológicos.

    Manchas de Sangue
    Esta área da investigação forense dedica-se à análise e interpretação das manchas de sangue, nomeadamente em situações de crime. O recurso a estas técnicas permite determinar, por exemplo, a altura da queda do sangue, sentido e direção do sangue, entre muitos outros aspetos. 
    Nesta componente serão realizados testes sobre a relação entre a altura e a forma das manchas de sangue e testes sobre a forma das manchas de sangue em diferentes tipos de superfície. 

    Pesquisa de Sangue Oculto
    Nesta componente serão realizados testes de localização de sangue com recurso ao luminol. Este reagente utiliza-se para a localização de sangue oculto, ou seja, sangue que tenha sido previamente lavado, ou que se encontre em quantidades vestigiais, (a utilização deste reagente baseia-se numa reacção de quimioluminescência).

Outro curso relacionado com Criminologia

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços.
Se continuar navegando, aceita o seu uso.
Ver mais  |