Centro Universidade Técnica de Lisboa - ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão - Lisboa - Cidade

Cursos e Mestrados
Portugal Portugal
2.435 Mestrados e cursos Lisboa - Cidade
Procurar
Mestrados e cursos em Portugal - Centros em Portugal - Centros em Lisboa - Centros em Lisboa - Cidade - Universidade Técnica de Lisboa - ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão - Lisboa - Cidade
Universidade Técnica de Lisboa - ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão

 - A AULA DE COMÉRCIO (1759-1844)

A origem do Instituto Superior de Economia e Gestão remonta à Aula do Comércio, criada em 1759 e transformada em 1844 na Escola de Comércio, ou Secção Comercial do Liceu de Lisboa.

A Aula de Comércio proporcionava um curso de nível secundário, que visava formar ...

Ver maisVer mais
Mestrado e Cursos do Centro
Administração Esportiva
Administração Farmacêutica
Artes Liberais
Assessoria Fiscal
Business Intelligence
Comunicações
Contabilidade
Direção Financeira
Economia
Finanças

 - A AULA DE COMÉRCIO (1759-1844)

A origem do Instituto Superior de Economia e Gestão remonta à Aula do Comércio, criada em 1759 e transformada em 1844 na Escola de Comércio, ou Secção Comercial do Liceu de Lisboa.

A Aula de Comércio proporcionava um curso de nível secundário, que visava formar pessoal para tarefas de natureza técnica nas actividades comerciais.

- A ESCOLA DE COMÉRCIO (1844-1869)

A Escola de Comércio, ou Secção Comercial do Liceu de Lisboa, foi criada em 1844, por transformação da Aula de Comércio, e integrada em 1869 no Instituto Industrial de Lisboa.

Tal como a Aula de Comércio, a Escola de Comércio proporcionava um curso de nível secundário, que visava formar pessoal para tarefas de natureza técnica nas actividades comerciais.

- O INSTITUTO INDUSTRIAL E COMERCIAL DE LISBOA (1869-1911)

Com a integração da Escola de Comércio no Instituto Industrial de Lisboa, este passou a denominar-se Instituto Industrial e Comercial de Lisboa.

Em 1911, o Instituto Industrial e Comercial de Lisboa deu origem a duas escolas superiores: o Instituto Superior Técnico e o Instituto Superior de Comércio.

Tal como a Aula de Comércio e a Escola de Comércio, o Instituto Industrial e Comercial de Lisboa proporcionava um curso de nível secundário, que visava formar pessoal para tarefas de natureza técnica nas actividades comerciais.

Entretanto, em 1884, a este curso foi acrescentado outro de nível superior e com a mesma natureza técnica, o Curso Superior de Comércio.

 

- O INSTITUTO SUPERIOR DE COMÉRCIO (1911-1930)

O Instituto Superior de Comércio foi separado em 1911 do Instituto Industrial e Comercial de Lisboa e integrado em 1930 na Universidade Técnica de Lisboa com o nome de Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras.

- Cursos

O Instituto Superior de Comércio iniciou o seu funcionamento em 1913, leccionando três cursos de nível superior: o curso Aduaneiro, o curso Consular e o curso de Comércio. Em 1915, juntou-se a estes cursos o curso de Finanças.

 

- Museu Comercial

Em 1918, foi criado o Museu Comercial, anexo ao Instituto Superior de Comércio, como instrumento de apoio ao ensino e às actividades económicas em geral.

 - Publicações

O Instituto Superior de Comércio publicou entre 1918 e 1931 a Revista do Instituto Superior de Comércio.

 

- O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS ECONÓMICAS E FINANCEIRAS (1930-1972)

Aquando da sua integração em 1930 na Universidade Técnica de Lisboa, o Instituto Superior de Comércio passou a denominar-se Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras.

Esta designação foi alterada em 1972 para Instituto Superior de Economia.

 

- Cursos

O Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras leccionou inicialmente os mesmos cursos que o anterior Instituto Superior de Comércio: o curso Aduaneiro, o curso Consular, o curso de Comércio e o curso de Finanças.

Em 1949, houve uma profunda alteração do plano de estudos, tendo os Cursos Aduaneiro, Consular, de Comércio e de Finanças sido substituídos pelos cursos de licenciatura em Economia e em Finanças.

Nova reforma do plano de estudos ocorreu em 1970, sem que, porém, houvesse alteração dos cursos leccionados.

 

- Doutoramentos

O Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras conferia o grau de doutor após provas públicas de defesa de uma dissertação e de exame sobre matérias sorteadas entre temas anunciados pelo Instituto. A partir de 1949, passou a existir uma especialização entre o grau de doutor em Economia e o grau de doutor em Finanças.

 

- Publicações

O Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras publicou regularmente entre 1931 e 1973 a revista Economia e Finanças.

 

- Unidades de investigação

No Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras, constituíram-se várias unidades de investigação: em 1938 o Centro de Estudos de Matemática Aplicada à Economia (CEMAE); na década de 1950, o Centro de Estudos de Estatística Económica (CEEE), o Gabinete de Investigações Económicas (GIE) e o Gabinete de Investigações Sociais (GIS).

 

- O INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA (1972-1989)

Em 1972, o Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras passou a denominar-se Instituto Superior de Economia. Esta designação foi alterada em 1989 para Instituto Superior de Economia e Gestão.

- Cursos

Em 1972, houve uma reforma do plano de estudos, mantendo-se o curso de licenciatura em Economia e tendo o curso de licenciatura em Finanças sido substituído pelo curso de licenciatura em Organização e Gestão de Empresas.

O plano de estudos dos cursos de licenciatura do Instituto Superior de Economia foi alterado em 1976 e em 1986. Neste último ano, o curso de licenciatura em Organização e Gestão de Empresas passou a ser designado por curso de licenciatura em Gestão.

Em 1979, iniciou-se o ensino de pós-graduação, com o curso de Métodos Matemáticos para Economia e Gestão de Empresas. Em 1981, foi criado o curso de mestrado em Economia. Em 1983, foram criados os cursos de mestrado em Métodos Matemáticos para Economia e Gestão de Empresas (o qual, em 1986, passou a denominar-se curso de mestrado em Matemática Aplicada à Economia e Gestão) e em Organização e Gestão de Empresas (o qual, em 1986, passou a denominar-se curso de mestrado em Gestão).

Entretanto, o Instituto Superior de Economia lançara também, em colaboração com outras escolas da Universidade Técnica de Lisboa, em 1982 o curso de mestrado em Planeamento Regional e Urbano e em 1985 o curso de mestrado em Política, Economia e Planeamento da Energia.

 

- Doutoramentos

O Instituto Superior de Economia continuou a conferir o grau de doutor em Economia e passou a conferir o grau de doutor em Organização e Gestão de Empresas, que, em 1986, passou a denominar-se grau de doutor em Gestão.

 

- Publicações

O Instituto Superior de Economia publicou a partir de 1980 a revista Estudos de Economia.

 

- Unidades de investigação

Ao longo da sua existência, foram sendo criadas no Instituto Superior de Economia diversas unidades de investigação: Gabinete de História Económica e Social (GHES - 1975), Centro de Estudos e Documentação Europeia (CEDE - 1976), Centro de Investigação Sobre Economia Portuguesa (CISEP - 1983), Centro de Estudos de Economia Financeira (CIEF - 1983), Centro de Estudos Sobre África (CESA - 1984), Centro de Matemática Aplicada à Previsão e Decisão Económica (CEMAPRE - 1985), Centro de Estudos de Gestão (CEGE - 1986), Centro de Investigações Regionais e Urbanas (CIRIUS - 1988) e Centro de Estudos de Economia Europeia e Internacional (CEDIN - 1989).

 

- Departamentos

A partir de 1984, o Instituto Superior de Economia começou a organizar-se em departamentos com a formação do Departamento de Economia e do Departamento de Gestão, aos quais se juntou em 1986 o Departamento de Matemática.

 

- Unidades de apoio técnico

O Centro de Informática do Instituto Superior de Economia (CIISE) foi criado em 1986.

- O INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO (1989 ->)

Na sequência da aprovação da Lei de Autonomia Universitária, os estatutos da Universidade Técnica de Lisboa alteraram a denominação do Instituto Superior de Economia para Instituto Superior de Economia e Gestão. No ano seguinte foram aprovados os estatutos do Instituto Superior de Economia e Gestão ainda em vigor com uma revisão em 1996).

 

- Cursos e doutoramentos

Em 1990, foi criado o curso de licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e Gestão.

Os cursos de licenciatura do Instituto Superior de Economia e Gestão conheceram novos planos de estudo em 1993.

Ao longo da década de 1990 foram criados cursos de pós-graduação em Actuariado e Gestão de Riscos Financeiros, Análise Financeira, Avaliação Económica de Medicamentos, Estudos Europeus, Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia, Economia e Gestão do Território, Economia e Política Social, Gestão de Bancos e Seguradoras, Gestão do Transporte Marítimo, Gestão e Estratégia Industrial e Gestão Portuária. Os cursos de pós-graduação em Actuariado e Gestão de Riscos Financeiros, , Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia, Economia e Política Social e Gestão e Estratégia Industrial vieram depois a transformar-se em cursos de mestrado. Além disso, foram ainda criados cursos de mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional, Economia Internacional, Economia Monetária e Financeira, Economia e Política da Energia e do Ambiente (em substituição do mestrado em Política, Economia e Planeamento da Energia), Gestão e Estratégia Industrial, História Económica e Social e Sistemas Sócio-Organizacionais da Actividade Económica.

Também durante a década de 1990, às anteriores especialidades de doutoramento em Economia e Gestão foram acrescentadas as de Matemática Aplicada à Economia e Gestão, História Económica e Social e Sociologia Económica e das Organizações.

 

- Departamentos

Aquando da aprovação dos estatutos do Instituto Superior de Economia e Gestão em 1990, a organização departamental da escola foi concluída com a formação do Departamento de Ciências Sociais, englobando três secções: a Secção de História, a Secção de Sociologia e a Secção de Direito.

 

- Publicações

Além da revista Estudos de Economia, (Portuguese Economic Journal desde 2001) o Instituto Superior de Economia e Gestão passou a publicar igualmente a revista Estudos de Gestão a partir de 1993.

 

- Unidades de investigação e prestação de serviços
Ao longo da década de 1990, foram criadas no Instituto Superior de Economia e Gestão as seguintes novas unidades de investigação e prestação de serviços: Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (SOCIUS - 1991) e Unidade de Estudos sobre a Complexidade na Economia (UECE - 1997).

 

- Unidades de apoio técnico

Além do Centro de Informática, agora naturalmente denominado Centro de Informática do Instituto Superior de Economia e Gestão (CIISEG), os estatutos do Instituto Superior de Economia e Gestão reconheceram a existência de uma outra unidade de apoio técnico, o Centro de Informação e Documentação do Instituto Superior de Economia e Gestão (CIDISEG), obviamente baseada na anterior biblioteca.

Confirme sua Instituição
Nova Busca
Procurar