Home > Licenciatura > Engenharia Ambiental > Porto - Cidade > Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente - Porto - Cidade - Porto

Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente

Solicite informação sem compromisso Universidade do Porto - FEUP - Faculdade de Engenharia

Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente - Presencial - Porto - Cidade - Porto

  • Objectivos
    Sob o ponto de vista profissional os Mestres em Engenharia do Ambiente devem possuir a capacidade para projectar e implementar tecnologias preventivas, de intervenção, de abatimento e de reabilitação por forma a minorar ou a eliminar os efeitos nefastos da poluição e a diminuir a intensidade de utilização dos recursos naturais, minimizando os impactos negativos da actividade humana no Ambiente. Algumas das actividades típicas de um Mestre em Engenharia do Ambiente incluem:



    * projecto e gestão de estações de tratamento de águas e águas residuais;

    * monitorização de descargas de efluentes líquidos, emissões gasosas, qualidade da água e qualidade do ar;

    * diagnóstico de situações de contaminação: amostragem, análise, tratamento dos dados, interpretação e análise do impacto;

    * projecto e gestão de sistemas de tratamento de resíduos;

    * previsão do movimento dos contaminantes nos grandes compartimentos ambientais: atmosfera, água superficial, subterrânea e solo;

    * projecto e planeamento de estratégias de reabilitação de locais contaminados;

    * ecologia industrial e sistemas de gestão ambiental;

    * desenvolvimento de estratégias de resposta a situações excepcionais de emergência, tais como derrames petrolíferos;

    * planeamento da execução, direcção técnica e fiscalização de empreendimentos do tipo dos anteriormente referidos;

    * elaboração de estudos de impacto ambiental, nomeadamente os associados a grandes empreendimentos de engenharia.



    O curso de Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente é uma formação abrangente, de espectro largo, que pretende proporcionar uma visão integrada, holística e multi-disciplinar à solução dos problemas ambientais, desenvolvendo a capacidade de prevenir e de identificar efeitos ambientais perversos, de os solucionar tecnologicamente e de integrar as soluções num desenvolvimento industrial e social que se deseja sustentável.
  • Titulação
    * Mestrado em Engenharia do Ambiente - Diagnóstico e Previsão * Mestrado em Engenharia do Ambiente - Gestão * Mestrado em Engenharia do Ambiente - Projecto * Licenciatura em Ciências de Engenharia - orientação em Engenharia do Ambiente
  • Conteúdo
    Saídas Profissionais:
    Os engenheiros ambientais devem saber como os poluentes são gerados, medidos e controlados. Consequentemente o curso inclui uma sequência semestral contínua de aulas laboratoriais e de trabalhos, autónomos e em grupo, encadeados com discussão e crítica. A articulação do currículo e uma interacção crítica com o corpo docente visam proporcionar ao estudante o desenvolvimento das suas aptidões de auto-confiança consciente e a capacidade de comunicação efectiva, sabendo distinguir entre as audiências técnicas e leigas.
    Os alunos graduados com o Mestrado Integrado em Engenharia do Ambiente devem estar preparados para assumir imediatamente posições profissionais como Engenheiros do Ambiente completos em empresas industriais, em empresas ambientais, em gabinetes de projecto, em serviços municipais e em agências governamentais.
    Ligação ao tecido económico-social:
    Das instituições e empresas que recorrem regularmente à FEUP e/ou aos Institutos de Interface, para realização de serviços na área da Engenharia e Ciências do Ambiente apresentam-se os exemplos seguintes:
        * MCOTA, Ministério das Cidades, Ordenamento do território e Ambiente.
        * Secretaria Regional do Ambiente – Região Autónoma dos Açores.
        * DRAOT, Direcção regional do Ambiente e Ordenamento do território Norte.
        * DRAEDM – Direcção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho, Porto.
        * CCDRN, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.
        * CCDRC, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro.
        * INAG, Instituto da Água.
        * INR, Instituto dos Resíduos.
        * IGM, Instituto Geológico Mineiro
        * IND, Instituto de Navegabilidade do Douro.
        * cerca de 20 Câmaras Municipais das regiões Norte e Centro.
        * Associação de Municípios do Vale do Sousa.
        * Serviços Municipalizados de Águas e Saneamento das regiões Norte e Centro
        * EDP, Electricidade de Portugal.
        * Hidrorumo.
        * Águas do Douro e Paiva.
        * Águas do Cávado.
        * Águas do Minho e Lima.
        * Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro.
        * EPAL.
        * LIPOR.
        * SulDouro – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos, S.A.
        * Valorminho.
        * Algumas dezenas de empresas industriais.
        * Ambisousa
    Plano de Estudos:
    1º Ano - Tronco Comum
    -Análise Matemática
    -Geologia Ambiental
    -Introdução à Engenharia do Ambiente
    -Laboratórios de Informática
    -Projecto FEUP
    -Química Ambiental
    -Álgebra
    -Análise Matemática II
    -Laboratórios de Ciências do Ambiente I
    -Microbiologia Ambiental
    -Química Ambiental II

Outro curso relacionado com Engenharia Ambiental

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |